Fortaleza segue com fiscalizações na semana de transição para manter isolamento social, diz prefeito

O prefeito alertou que atividades de lazer e esporte ainda não estão permitidas em Fortaleza e devem ser evitadas

O prefeito Roberto Cláudio anunciou na noite desta segunda-feira (1º) que as fiscalizações para evitar aglomeração e manter o isolamente social em enfrentamento contra a Covid-19 vão continuar na semana de transição para a retomada gradual das atividades econômicas em Fortaleza. A fiscalização começou no Centro e vai ser ampliada para os bairros. Ele alertou ainda que feiras livres e atividades de lazer e esporte ainda não estão permitidas nos espaços públicos. As informações foram divulgadas por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

"A gente começou hoje pela manhã algumas operações de fiscalização, prefeitura e governo de forma integrada. Uma das fiscalizações aconteceu no Centro da cidade. Vamos caminhar também pelos bairros. É bom dizer que não estão permitidas ainda as atividades de lazer e esporte em praças, espaços públicos e calçadões. Não estão permitidas ainda as ocupações das áreas de praia, não estão permitidas as feiras livres e atividades econômicas cotidianas ou pessoais que não estejam previstas naquilo que foi autorizado para essa semana" ressaltou. 

O plano de retomada gradual da economia inclui uma fase de transição com abertura de algumas atividades como construção civil, óticas, salões de beleza e barbearias e teve início nesta segunda-feira (1º). As outras quatro fases devem iniciar no próximo dia 8 de junho, contudo ainda não há uma garantia de que isso aconteça, uma vez que decisões sobre o plano de retomada serão baseadas nos indicadores de saúde, e a próxima fase dependerá da evolução dos números da Covid-19 no Estado, conforme anúncio do governador Camilo Santana.

Novos leitos

Mais 24 novos leitos de UTI para Covid serão implementados em Fortaleza até próxima quinta-feira, segundo Roberto Cláudio. São eles:

  • Hospital da Mulher: mais quatro leitos com respiradores entregues até quarta-feira; Atualmente a unidade tem 10 leitos de UTI e 70 de enfermaria para a Covid-19;
  • PV: até quarta-feira, receberá mais novos 10 de UTI;
  • IJF 2: dez novos leitos de UTI até quinta-feira, chegando a 100 leitos novos.

Em parceria com o hospital Fernandes Távora, a prefeitura vai disponibilizar também mais oito leitos de UTI exclusivos para Covid-19.

Ceará tem mais de 50 mil casos de Covid-19

O número de casos confirmados da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus, chegou a 50.504 no Ceará, conforme dados da plataforma IntegraSUS, atualizados às 14h53 desta segunda-feira (1°) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Já as mortes somam 3.188.

Quando comparado ao boletim epidemiológico anterior, publicado às 10h16, são 948 diagnósticos positivos e 165 óbitos a mais no Estado. No entanto, nem todos os casos e mortes foram registrados nas últimas 24 horas. No informe, há anotações de dias anteriores que só foram confirmadas agora.

A letalidade da doença está em 6,3%. O Estado também investiga 53.341 casos suspeitos e contabiliza 120.154 exames laboratoriais. 

Curas

Os dados também mostram que 33.293 pessoas se recuperaram da Covid-19. Em relação ao último informe da Sesa, foram 345 pacientes a mais que receberam alta hospitalar ou ficaram livres da doença.

Fortaleza se mantém como a cidade cearense com prevalência mais acentuada da pandemia, acumulando 24.104 pacientes contaminados e 2.084 óbitos pela doença. 

Mortes por Covid-19 em Fortaleza

 

Em seguida, estão Sobral, no Interior, e Caucaia, na Região Metropolitana (RMF), que contabilizam 2.222 e 1.804 casos, respectivamente.


Categorias Relacionadas


Redação 15 de Julho de 2020