Fortaleza receberá 15 mil kits de exames rápidos do coronavírus para testar profissionais da saúde

Os materiais chegam na segunda-feira (6), exclusivamente para profissionais da rede municipal

Legenda: A aquisição dos kits foi anunciada pelo prefeito Roberto Cláudio nesta quarta-feira (25), durante transmissão ao vivo pelo Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Os médicos que atuam na rede municipal de saúde poderão ser testados com novos kits de exames rápidos do coronavírus a partir da segunda-feira (6). Ao todo, 15 mil unidades foram adquiridas e chegam à Capital na próxima semana. 

A aquisição dos kits foi anunciada pelo prefeito Roberto Cláudio nesta quarta-feira (25), durante transmissão ao vivo pelo Facebook. Segundo ele, os testes serão feitos em profissionais que apresentem sintomas gripais. “Assim, saberemos se a orientação é que permaneçam trabalhando na rede, ou que sejam enviados às suas próprias casas para cumprir a quarentena”, diz.

A testagem, segundo o prefeito, ajuda a reduzir a contaminação no ambiente hospitalar e ambulatorial e garantir a forma máxima de trabalho.

Durante a transmissão ao vivo, foram anunciadas, ainda, as datas de ampliação de cinco UPAs do Município, que receberão novos leitos em estruturas anexas. “Em virtude do aumento da incidência do coronavírus e do aumento das viroses em geral, nesse primeiro semestre do ano, a gente faz, pela primeira vez na história das UPAs municipais, um anexo, uma expansão de leitos e também de profissionais para aumentar a capacidade de resposta e atendimento dessas unidades”, afirma Roberto Cláudio.

> Veja imagens da construção de leitos hospitalares no Estádio Presidente Vargas

No dia 3 de abril, 20 novos leitos serão entregues na UPA do Dendê. Já no dia 13, a UPA do bairro Bom Jardim recebe 20 leitos. A mesma quantidade será instalada na UPA do Vila Velha, no dia 23.

Em seguida, no dia 24, a UPA do Jangurussu terá 40 novos leitos, enquanto a UPA do bairro Itaperi recebe a mesma quantidade, no dia 30 de abril. Ao todo, serão 140 novos leitos nas unidades municipais.

O governador Camilo Santana (PT) também fez um pronunciamento, por meio de suas redes sociais, após participar de reunião com todos os governadores do País. Sem anunciar nenhuma medida concreta, ele preferiu colocar panos quentes no embate iniciado pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) durante pronunciamento nesta terça-feira (24).

"Esse é um momento de unidade, de muita serenidade e de união. É necessário deixar de lado questões políticas, partidárias e ideológicas", disse Camilo. Ele ressaltou ainda que o desejo dos governadores é pela "unidade e diálogo constante com o governo federal". As críticas de Bolsonaro aos governadores não foi citada no pronunciamento.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza

Assuntos Relacionados


Redação 20 de Outubro de 2020