Encerramento do Sana 2019 tem desfile de cosplay em Fortaleza

Evento reuniu mais de 60 mil pessoas em três dias no Centro de Eventos do Ceará

Legenda: Personagens foram destaque nos três dias de evento
Foto: Foto: Thiago Gadelha

A 19ª edição do Festival Sana foi marcada por desfiles de cosplayers na tarde deste domingo (14) no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza

No Megaevento de cultura pop e “geek” de Fortaleza, que acontece duas vezes por ano, público conferiu, em três dias, a presença dos “cosplayers” (representação da caracterização de um personagem) e uma série de atividades voltadas aos fãs de animes, séries, games, dentre outras manifestações da cultura nerd e adolescente.  

Segundo Ricardo Busgaib, diretor do evento, cerca de 65 mil pessoas circularam pelo Sana 2019. Para a organização, conta Busgaib, o primeiro dia de programação - tradicionalmente o mais fraco de público - teve uma presença surpreendente. Na última sexta (12), em torno de 15 mil pessoas estiveram no Centro de Eventos, com o auxílio de escolas. “Para a abertura, foi um recorde pra nós”, destacou o diretor.  

Legenda: Família Toy Story no Sana 2019
Foto: Foto: Thiago Gadelha

Para o encerramento, no início da tarde de ontem, os cosplayers se reuniram para o “Desfile Cosplay”. O concurso da melhor caracterização do Sana 2019 concedeu, ao primeiro lugar, o "Cosplay InSana", um troféu personalizado e uma viagem ao Universal Studios/Ilha da Aventura, em Orlando (EUA). Os dançarinos de k-pop também concorreram a uma viagem para Seul, na Coreia do Sul - após passarem por uma série eliminatória nos dois primeiros dias de festival.  

Cosplay 

Circulando pelo Sana, Danilo “Filth” vestia um cosplay da banda Slipknot (EUA). Comprado no Mercado Livre, o figurino homenageava Chris Fehn, integrante recém-saído do grupo norte-americano (conhecido pela caracterização inspirada em uniformes industrias e máscaras). “Ontem (sábado, 13) vim com o macacão que a banda usou no Rock In Rio, quando veio ao Brasil”, situou.  

A estudante Lana Praça, 15, trajava o cosplay de Inu Yasha - personagem de uma série animada japonesa. Ela frequenta o Sana desde 2012 e elogiou a edição deste ano, por conta do movimento de “retorno” de algumas atrações. “Principalmente a sexta, agora, está mais parecida com o Sana de antigamente”, recapitula.  

Legenda: Personagens no Sana 2019
Foto: Foto: Thiago Gadelha

Lana já tinha frequentado outra edição com a mesma caracterização e pontua como “é bom encontrar as pessoas que gostam do mesmo personagem. Elas ficam curiosas pra saber como eu fiz para montar (o cosplay)”, detalha. 

Já a princesa Merida, personagem do filme “Valente” (Disney), inspirou o cosplay da estudante Bruna Novais, 19. Ela visita o Sana desde 2013 e, em 2019, escolheu o domingo para não deixar passar em branco o costume. “Tô muito feliz, porque está bem melhor do que a edição passada. No segundo andar, eles voltaram com o RPG, os filmes”, conta.  

Bruna batia fotos com uma série de crianças e outros adolescentes, curiosos pela caracterização. “Acho fofinho, porque as pessoas têm vergonha de falar. Mas quando uma vem falar, as outras tomam coragem (risos)”, conta. Ela desembolsou R$ 630 para bancar o cosplay.  

Legenda: Sana 2019
Foto: Foto: Thiago Gadelha

Vestida de “Loki”, dos Vingadores, Francisca Gleiciane, 36, é uma veterana do Sana. Presente a 11 edições, ela conta que “sempre fui apaixonada pelo Loki, ainda mais agora que eu soube que terá uma série só com ele”.

A caracterização foi toda encomendada. Em outros “Sanas”, ela se vestiu de Super Girl, personagens de animes, princesas da Disney. E, mesmo com toda a experiência, ela nem pensa em parar. “Ser cosplay é lidar com o carinho do povo, a gente se sente como o personagem. Espero continuar fazendo sempre”, vislumbra.