Doações arrecadadas no “Solidariedade Vale Muito” começam a ser entregues a comunidades

Ação promovida pelo Sistema Verdes Mares, que reuniu artistas e humoristas cearenses, arrecadou mais de 35 toneladas de alimentos e R$ 140 mil em doações

Escrito por Redação,

Metro
Legenda: Moradora recebe doação de alimentos da Campanha Solidariedade Vale Muito
Foto: Foto: Kid Júnior

Diante de pandemia do novo coronavírus, o fôlego de vida para quem já passava por dificuldades antes da crise mundial é a solidariedade. Nesta segunda-feira (20), mais de 35 toneladas de alimentos e R$ 140 mil arrecadados através da ação “Solidariedade Vale Muito”, promovida pelo Sistema Verdes Mares, que reuniu artistas e humoristas cearenses em transmissões, começaram a ser repassados às comunidades atendidas pelo Movimento Supera Fortaleza.

A dona de casa Maria Lúcia Sousa Nascimento, 45, ajudou na organização da entrega de 81 cestas de mantimentos para o Grupo de Capoeira Redenção, com base no Bairro Edson Queiroz. “No dia a dia, normalmente, nós já sabemos da necessidade da nossa comunidade. Com o pouco que eu já andei na comunidade aqui, tem pais de família desempregados e está faltando alimento, isso é fato. Mas, com essa ajuda, que pode ser pouca para muitos, acredito que quando essa cesta chegar em quem precisa, vai ser uma alegria”, afirma.

Conforme Maria Lúcia, houve um mapeamento para saber quais famílias precisariam ser ajudadas de maneira urgente. “Junto com o meu filho, nós listamos pessoas com as maiores necessidades. O que chegou vai dar um grande auxílio, mas a quantidade é extrema de pessoas carentes de alimentos, de tudo”, comenta. “Talvez hoje, na sua casa, não tenha ninguém passando fome, mas alguém próximo vai estar”, pondera.

Uma das famílias listadas, inicialmente, é a da babá Sarah de Oliveira Melo, de 19 anos. Com outros cinco familiares em casa, Sarah conta que a rotina, em meio à pandemia, tem  sido difícil. “Meu pai é servente de pedreiro e não tem serviço, então não está recebendo dinheiro. E eu só estou recebendo a metade do meu salário, já que não estou trabalhando direto. No geral, só temos ajuda da minha mãe e a minha, agora pela metade, e a necessidade ainda aumenta por causa dos meus dois irmãos pequenos. Então, essa cesta vai garantir nossa comida pelos próximos dias e eu sou muito grata por isso”, relata. 

Já na associação comunitária do Conjunto Sítio Estrela, em Messejana, outras 83 cestas básicas foram entregues. Segundo a presidente da associação, a pesquisadora de desenvolvimento social Laurinete Lima dos Santos, “todos nós estamos precisando de algo, mas o próximo pode estar precisando do essencial para viver. Essas cestas vieram em ótima hora e eu espero que chegue mais, porque são inúmeros que vêm aqui buscando por ajuda”.

Uma das beneficiadas no Conjunto, a idosa e dona de casa Francisca Gomes de Almeida, 64, revela que a ajuda chegou em boa hora. “É um momento muito difícil. Eu sou sozinha e Deus, só tinha umas coisinhas [de alimento] que deu passar alguns dias”, diz. Por morar sozinha, muitas vezes a idosa precisa ir em mercadinhos próximos, mesmo com a recomendação para ficar em casa. “Só o que eu escuto são as pessoas mandando ficar em casa, mas eu sou sozinha, se eu não for comprar minhas coisas, quem vai?”, reflete.

Além dos alimentos, Laurinete comenta que os meios de prevenção ao coronavírus também estão sendo reforçados para a comunidade. “Nós já pegamos TNT com outras associações, eu costuro e as minhas netas cortam o elástico. Assim, nós conseguimos fazer máscaras para a população”, diz.

Ação

Com o intuito de ajudar famílias afetadas pela pandemia do coronavírus, a ação “Solidariedade Vale Muito” foi promovida pelo Sistema Verdes Mares e reuniu artistas e humoristas cearenses, através de transmissões nas plataformas digitais do Sistema Verdes Mares e na TV Diário, no último dia 11.

Para Ticiana Rolim, idealizadora do Movimento Supera Fortaleza e fundadora do Projeto Somos Um, o objetivo é “apoiar pessoas que estão com dificuldade de atender suas necessidades básicas. Todos recursos adquiridos através do Sistema Verdes Mares vão fazer total diferença na vida de muitas famílias”.

Além das doações individuais, uma série de empresas contribuíram com a ação. São elas: B&C Açougues, Bacarin Papeis, Beach Park, Bolero, Comedorme, DH Plus Distribuidora, Fortal, Fortcap, Grupo 3 Corações, Ley Colchões, Mercadinho São Luiz, Oral Sin, Riva Saúde Ambiental, SAS, Shopping Iguatemi, Sorvetes Frosty, SOS Rastreamentos, Superzon, Vinho São Braz, Vitamilho, Zael, Protemaxi Segurança, Sabor & Vida e Armazéns Guanabara.