Defesa Civil simulou risco de desabamento em prédio 5 dias antes da queda do Edifício Andrea

Com uma maquete, o órgão realizou um exercício em que 20 agentes deveriam analisar a situação simulada, e determinar os procedimentos necessários

Legenda: O exercício fez parte da programação da Semana Municipal de Prevenção e Redução de Desastres
Foto: Foto: Divulgação/Defesa Civil

Na última quinta-feira (10), exatamente cinco dias antes da queda do Edifício Andrea, no bairro Dionísio Torres, a Defesa Civil de Fortaleza havia realizado um exercício de simulação preventiva com 20 agentes. A situação apresentada era de um prédio com risco de desabamento. 

O exercício fez parte da programação da Semana Municipal de Prevenção e Redução de Desastres. Uma maquete foi utilizada para que os agentes pudessem avaliar e determinar os procedimentos e encaminhamentos necessários para a situação. 

Os agentes foram divididos em quatro grupos e, após a avaliação, tiveram que elaborar um relatório técnico. Os resultados foram avaliados coletivamente, conforme publicação da Defesa Civil em sua página no Facebook. 

Vítimas

Um prédio de sete andares, nomeado Edifício Andrea, desabou na manhã desta terça-feira (15) às 10h28, no cruzamento da Rua Tomás Acioli com Rua Tibúrcio Cavalcante, em Fortaleza.  

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) confirmou que 20 pessoas estavam no prédio no momento em que a estrutura ruiu. Até o momento, 9 pessoas foram resgatadas com vida, e um óbito foi registrado. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza