Coronavírus: Ceará registra pico de sete mortes por Covid-19 em apenas um dia, no início de abril

Mortes diárias pela Covid-19 têm aumento no início deste mês, desde os primeiros registros, segundo análise feita pela Secretaria da Saúde; dia 2 de abril contabilizou maior ocorrência

O dia 2 de abril registrou o maior número de mortes por Covid-19 no Ceará, em um intervalo de 24 horas: sete pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus morreram na data. É o pico de ocorrências, no período entre 24 de março e 6 de abril, segundo dados da Secretaria da Saúde (Sesa). Outros picos foram verificados nos dias 3 (cinco óbitos) e 6 de abril (quatro), como consta no boletim divulgado nesta quarta-feira (8).

Uma média de duas pessoas morrem por dia, de acordo com o registro, que também aponta o grupo mais afetado: pessoas acima de 60 anos (70%), com uma mediana de pacientes com 72 anos, e homens (60%). As mortes, em maioria, têm correlação com doenças crônicas, como cardiopatia e diabetes mellitus.

Só na Capital, já foram 31 mortes, e outros 12 casos ocorreram nos municípios de Eusébio (2), Maracanaú, Itaitinga, Santa Quitéria, Tianguá, Iguatu, Jaguaribe, Farias Brito, Cariús e Aracati, com uma morte cada.

Já foram realizados 9.503 testes para a identificação do novo coronavírus no Estado, com a confirmação da doença em 1.230 pacientes e o descarte da doença em 4.048 pessoas. Ainda estão sendo analisados 4.225 exames, 44,4% dos testes realizados, para a detecção da Covid-19.

Atualização dos dados

Na tarde desta quarta-feira (8), com a atualização dos dados do Integra SUS, o números de óbitos subiu. Às 14h, foram registrados 43 óbitos com o diagnóstico do novo coronavírus e 1.291 pessoas infectadas pela doença. A taxa de letalidade da enfermidade está em 3,33%.