Condutores são flagrados avançando o sinal vermelho em Caucaia

Mesmo com semáforo fechado na Avenida Ulysses Guimarães, motoristas não obedecem a ordem de parada. Já os pedestres reclamam da insegurança no trecho

Desrespeito ao sinal vermelho é constante em Caucaia
Legenda: Desrespeito ao sinal vermelho é constante em Caucaia
Foto: Natinho Rodrigues

Em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, condutores de veículos, buggys e motocicletas ultrapassam o sinal vermelho na Avenida Ulysses Guimarães, desrepeitando a ordem de parada do semáforo. O flagrante, registrado em vídeo, foi feito por uma equipe de reportagem do Sistema Verdes Mares nessa segunda-feira (21). 

Conforme mostram as imagens gravadas, pedestres se arriscam entre os motoristas infratores durante a travessia no trecho, enquanto os motoristas avançam o sinal fechado. 

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece multa de R$ 293,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para quem comete a infração.

Dificuldades

Acostumada a passar a pé pela via, a aposentada Glória Alencar detalha que os transeuntes são obrigados a sinalizar com a mão para os condutores pararem antes da faixa, o que ela considera como perigoso.

“Quando o farol abre, os carros passam com tudo, eles não obedecem. A gente tem que parar para eles pararem também. É um perigo isso aqui, tanto para crianças quanto para adultos em geral. Até se você mesmo ficar ali um instante, se for atravessar, tem que pedir para eles pararem”, lamenta.

Já o vigilante Lúcio Rodrigues afirma que a comunidade pede a inclusão de fotossensores no local para facilitar o tráfego de pedestres e evitar o comportamento infrator de motoristas.
“Ia ajudar muito na passagem do pedestre, porque inibe a parada do motorista”, acredita.

Por meio de nota, a Prefeitura de Caucaia comunicou que a avenida passa por fiscalizações diárias pelos agentes Autarquia Municipal de Trânsito (AMT). O trecho possui fiscalização eletrônica de limite de velocidade e também está recebendo radares, complementa.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza