Comunicado: Não é hora de baixar a guarda

O cenário visto no fim de semana em algumas praias do Litoral Leste cearense e até na Capital parecia de uma outra realidade que não reflete o momento atual. Aglomerações de pessoas - jovens, idosos, crianças - sem máscara reproduziam cenas vistas em fevereiro deste ano, ou em janeiro, período de férias, mas de nenhuma forma condiziam com a agressividade de uma pandemia que ainda assola nosso Estado e o País - segundo do mundo em casos e óbitos pelo novo coronavírus. Por um lado, é positivo que as pessoas, aos poucos, estejam mais confiantes com a retomada gradual de trabalhos presenciais, mas é triste ver o desrespeito com quem ainda luta contra a Covid-19. Várias atividades econômicas estão voltando a funcionar, passeios e atividades físicas individuais já estão liberados. Definitivamente, o momento não nos permite regredir. Por isso, não menospreze as medidas de segurança e higiene pessoal. Respeite o distanciamento social, use máscara e só saia de casa se for realmente necessário. Ainda temos muitas vidas para proteger. Não baixemos a guarda contra a Covid-19.

Inclusão digital

Estudantes dos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC), em situação de vulnerabilidade socioeconômica, terão um apoio - importante, mas não suficiente - para não interromper os estudos: a UFC vai distribuir 4.936 chips de internet móvel gratuitamente para garantir o acesso contínuo dos alunos aos conteúdos acadêmicos que serão disponibilizados remotamente. Para isso, os interessados devem se inscrever no processo seletivo da ação de Inclusão Digital, disponível no site da UFC e no Sistem Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa), até 19 de julho. A data de distribuição dos chips será informada posteriormente. Eles terão 20 GB de internet por mês, válidos de julho a dezembro deste ano. Os chips serão distribuídos entre alunos dos campi: Fortaleza (3.952); Crateús (92); Quixadá (312); Russas (212); e Sobral (368).

Ilícitos eleitorais

O Ministério Público do Ceará irá realizar, amanhã, às 20h, uma live no Instagram (@mpce_oficial) para tratar sobre condutas que possam caracterizar ilícitos eleitorais no período de pré-campanha. A discussão será feita pelo coordenador do Centro de Apoio Operacional Eleitoral (Caopel) do MPCE, promotor Emmanuel Girão, e pelo também membro do órgão, promotor de Justiça Igor Pinheiro. A live é uma boa oportunidade para a população conhecer algumas das irregularidades eleitorais e ajudar o MPCE na fiscalização. Os ilícitos podem ser cometidos por gestores, políticos, pré-candidatos e muitas vezes vêm disfarçados de "benefícios" para o eleitor. Desconfie se alguém tentar lhe oferecer benefício pedindo algo em troca ou utilizando de um benefício social para se autopromover ou promover algum pré-candidato.

Verba para modernização

O Governo do Estado conseguiu aprovar junto a Ministério da Economia um empréstimo de US$ 35 milhões no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para investir no Poder Judiciário cearense. Para viabilizar o negócio, o Ceará precisou entrar com US$ 7 milhões de contrapartida. Os recursos serão aplicados nos próximos cinco anos no programa de modernização do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), que busca deixar o Poder Judiciário mais célere e tecnológico. Para isso, processos estão sendo digitalizados e comarcas agrupadas para receberem um maior fluxo.


Assuntos Relacionados