Comunicado: Acesso a máscaras de proteção

O Governo do Estado entrega, hoje e amanhã, o segundo lote de máscaras de tecidos para minimizar os riscos de transmissão do coronavírus no Ceará. Dessa vez, devem ser distribuídas 628.250 mil máscaras, beneficiando mais de 125 mil famílias de 24 municípios. O primeiro lote de máscaras levou 668.500 unidades ao interior para 130 mil famílias de 31 cidades.

No total, estão sendo doadas cinco milhões de máscaras adquiridas pelo Governo do Ceará. A distribuição acontece por fases, à medida em que os produtos vão sendo confeccionados. Os equipamentos de proteção estão sendo entregues a representantes das prefeituras, para que sejam distribuídos às famílias carentes.

Serão beneficiados os moradores de Ararendá, Carnaubal, Catunda, Crateús, Croatá, Guaraciaba do Norte, Hidrolândia, Ibiapina, Independência, Ipaporanga, Ipu, Ipueiras, Irauçuba, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Novo Oriente, Poranga, Quiterianópolis, Santa Quitéria, São Benedito, Tamboril, Tianguá, Ubajara e Viçosa do Ceará.

Apoio

Além das cinco milhões de máscaras adquiridas pelo Governo do Ceará, a SPS está distribuindo um milhão de máscaras doadas pela Fundação Itaú. O material já contemplou povos indígenas, comunidades quilombolas, povos de terreiro, ciganos, movimentos negros, migrantes africanos, associações de apoio a mulheres vítimas de violência, idosos, e população LGBT.

Cuidados

O uso da máscara associado ao distanciamento social e à higienização regular das mãos tem se mostrado eficaz para evitar a transmissão do coronavírus. Aglomeração de pessoas e a conversa muito próxima entre dois indivíduos, sem uso de máscaras, aumentam bastante o risco de transmissão. Manter a distância mínima de dois metros entre as pessoas também é outra medida de segurança, caso um dos dois esteja infectado.

Mauriti

Por falar nisso, a Promotoria de Justiça de Mauriti recomendou à Prefeitura da cidade a aplicação de multa, prevista em ato normativo próprio, para as pessoas que não utilizarem máscaras de proteção em todo e qualquer ambiente ou espaço público ou privado, inclusive na rua, no interior de transporte público ou de estabelecimentos em funcionamento, bem como na área comum de condomínios, em todo o território do município.

Participação

Mais de 2.700 pessoas participaram do Ciclo de Planejamento Participativo 2020, no qual a população pode apontar e eleger as propostas que poderão fazer parte da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021. Foram 1.088 propostas, cadastradas pela população. Ao todo, 76 propostas foram eleitas nos mais diversos temas. As sugestões serão encaminhadas para a Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão, que fará a análise técnica de viabilidade como parte do processo de participação social, que também incluirá outras representações. Depois, o orçamento será consolidado em um Projeto de Lei, que será encaminhado para a Câmara Municipal.



Redação 02 de Agosto de 2020