Comunicado: 22 anos abrindo portas de emprego

Uma das instituições mais antigas que presta serviço ao Estado, o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) completa 22 anos de atuação no Ceará. Responsável por executar as atividades do programa Sistema Nacional de Emprego (Sine), o IDT é um das principais portas de entrada para o mercado de trabalho, seja recrutando, selecionando ou intermediando as oportunidades entre as empresas e profissionais que buscam emprego. Além disso, o Instituto ainda habilita trabalhadores no seguro-desemprego e elabora estudos e pesquisas na área de trabalho e desenvolvimento social em busca de soluções inovadoras e sustentáveis para o mercado de forma inclusiva.

Vagas

Para os que buscam uma oportunidade de emprego, é possível conferir e concorrer às vagas disponíveis no IDT. Para isso, basta cadastrar o currículo no site (idt.Org.Br) e demonstra interesse. Se você é empresário e deseja recrutar um funcionário, a plataforma também permite anunciar. Se a necessidade é para um serviço pontual, solicita um profissional autônomo cadastrado no IDT. E qualquer dúvida sobre seguro desemprego, você pode tirar lá também. Se preferir, você pode agendar um atendimento presencial pelo site. Então, já sabe, se é para buscar ou oferta emprego, procura o IDT para ajudar a fomentar a inclusão social no nosso Estado e dá oportunidade a quem precisa.

Pagamento de bolsas

O Governo do Ceará irá realizar, hoje, o pagamento de uma das parcelas das bolsas de estudos concedidas para 763 jovens de baixa renda de Fortaleza que estão inscritos no 'Virando o Jogo', projeto de capacitação que integra o Programa Superação. O investimento, repassado pela Secretaria da Proteção Social (SPS), foi de R$ 133 mil. O valor mensal do benefício é de até R$ 200 e pode variar de acordo com a participação dos alunos nas aulas, como uma forma de incentivo.

Assistência

O programa contempla jovens em situação de vulnerabilidade social, com idade entre 15 e 19 anos, que abandonaram os estudos e não trabalham. Com o programa, eles são reinseridos novamente na sala de aula, sendo beneficiados com a bolsa para continuar a estudar. A depender do desempenho de cada um, o valor da bolsa pode ser alterado. A lei que institui o programa estabelece que os jovens de famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) devem ter prioridade para receber o auxílio financeiro.


Assuntos Relacionados