Com chuva de 38,2 milímetros, Fortaleza amanhece com alagamentos que deixam trânsito lento

Previsão da Funceme para esta quinta-feira é de nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada nos litorais de Fortaleza e Pecém, no Maciço de Baturité, na Ibiapaba e no Cariri

Escrito por Redação,

Metro
Legenda: Centro de Fortaleza registra precipitações
Foto: Marcos Lima/Arquivo Pessoal

Fortaleza amanheceu nesta quinta-feira (2) com chuva de 38,2 mm, o que ocasionou alagamentos em ruas e avenidas em alguns bairros.  Houve registros na Avenida Alberto Craveiro próximo as obras de alargamento de um viaduto realizado prefeitura. Condutores estão com dificuldade em transitar pelo local. Há outros locais com trânsito complicado por causa da água acumulada da precipitação tais como Avenida Raul Barbosa, no bairro Aerolândia, Avenida Heráclito Graça, no Centro da capital, Avenida José Bastos e Avenida Historiador Raimundo Girão com Rua Ildefonso Albano. 

O tráfego de veículos também é complicado na rodovia BR-116, no sentido Messejana-Centro. Há também registros de congestionamentos na Avenida Rogaciano Leite e na Avenida 13 de Maio. 

Chuvas no Ceará

A Funceme registrou precipitações em pelo menos 47 municípios. Os dados serão atualizados pelo órgão no decorrer desta quinta.

A maior precipitação computada pelo órgão foi em Pedra Branca com 57 milímetros. Além de Fortaleza, maior registro ocorreu na cidade de Guaiuba (Grande Fortaleza) com 35 milímetros e Russas (Vale do Jaguaribe) com 30 milímetros. Em seguida em Aquiraz (Grande Fortaleza), com 27 milímetros, Barro (Centro-Sul) com 25 milímetros e General Sampaio (Região Norte) com 25 milímetros.

A Funceme afirmou para o Sistema Verdes Mares que, como previsto anteriormente, o Estado segue com áreas de instabilidade associadas à expressiva umidade relativa do ar e também à presença de um Vórtice Ciclônico de Altos (Níveis), que encontra-se centrado sobre a Bahia. De acordo com os meteorologistas do órgão, como a borda norte deste sistema meteorológico está passando pelo Ceará, o cenário acaba sendo favorável a precipitações.

10 maiores chuvas por posto no dia:

  1. Pedra Branca (Posto: Capitao Mor) : 57.0 mm
  2. Tabuleiro Do Norte (Posto: Tabuleiro Do Norte) : 44.6 mm
  3. Redenção (Posto: Redencao) : 40.5 mm
  4. Fortaleza (Posto: Fund.ma.nilva(agua Fria)) : 38.2 mm
  5. Guaiúba (Posto: Guaiuba) : 35.0 mm
  6. Russas (Posto: Sitio Campo Limpo) : 30.0 mm
  7. Aquiraz (Posto: Sitio Sapucaia Fagundes) : 27.0 mm
  8. Barro (Posto: Monte Alegre) : 25.0 mm
  9. General Sampaio (Posto: General Sampaio) : 25.0 mm
  10. Pindoretama (Posto: Pindoretama) : 24.0 mm


Previsão para os próximos dias no Estado
A previsão da Funceme para esta quinta-feira é de nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada nos litorais de Fortaleza e Pecém, no Maciço de Baturité, na Ibiapaba e no Cariri.

Nas demais regiões, possibilidade de chuva. Para sexta-feira (3) de predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea, no Maciço de Baturité e no Sul. E para sábado (4), nebulosidade variável em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea e no Sul.

Já o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) afirmou que a máxima prevista para o Estado é de 36ºC e a mínima de 19ºC. Umidade mínima de 30% e máxima de 95%.

Situação crítica dos reservatórios cearenses

Apesar dos números apresentados pelo mapa mais recente de acompanhamento regular e periódico da situação da seca no Nordeste e em Minas Gerais, dos 155 açudes do Ceará monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 91 estão com volume abaixo dos 30%. O Castanhão, principal reservatório do Estado, está com apenas 2,81% da sua capacidade total. Já o Orós, segundo maior açude do estado, tem 5,23% do volume máximo.