Centro de Parto Normal de Maracanaú tem estrutura danificada

Embora não haja risco de desabamento, a Prefeitura precisou colocar pilastras para sustentar o teto da unidade enquanto a reforma é processada

Inaugurado em 2012, o Hospital da Mulher e da Criança, de Maracanaú, funciona com uma ala comprometida. A estrutura física do Centro de Parto Normal (CPN) da unidade tem colunas e paredes rachadas, além de chão deteriorado. Contudo, vistoria da Prefeitura do Município não encontrou risco de desabamento no prédio, mas colocou pilastras de ferro para sustentar o teto.

"As colunas temporárias foram instaladas apenas como medida de segurança enquanto será executada a reforma da unidade", informou o Poder Municipal, em nota.

Vídeos e fotos enviados à reportagem do Sistema Verdes Mares mostram o problema na entrada do CPN. Um funcionário do hospital, que não quis se identificar, informou que a ala está desativada para obras de ampliação.

Segundo a costureira Tânia Maria, 50, que esteve na unidade para fazer visita a um familiar, a sala tem "homens trabalhando, mas estão afastados dos pacientes".

Apesar disso, o hospital mantém os atendimentos de Urgência e Emergência, consultas agendadas de especialidades médias e a própria maternidade.


Categorias Relacionadas