Ceará tem 71 mortes por Covid-19 em casa, aponta Secretaria de Saúde

O número representa 7% dos 1.017 óbitos contabilizados pela plataforma IntegraSUS

Legenda: Na Capital, o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) é quem faz a coleta de Swab nesses casos
Foto: Foto: Camila Lima

Entre as mais de mil mortes confirmadas por Covid-19 no Ceará, na manhã deste sábado (9), a Secretaria de Saúde do Ceará registra 71 óbitos em casa. O número representa 7% dos 1.017 das confirmações pela plataforma IntegraSUS. A taxa de letalidade, considerando os 15.243 contaminações, é de 6,7%, semelhante à nacional, de 6,8%.

> Ceará supera a marca de mil mortos por Covid-19
> Cinco idosos internados em abrigos morrem de Covid-19 no Ceará
> Perguntas e respostas sobre o isolamento social mais rígido em Fortaleza

Segundo a plataforma IntegraSUS, além dos casos em ambiente domiciliar, 758 ocorreram na rede pública de Saúde (75%) e 188 em hospitais privados (19%). A Sesa considera que as mortes em casa podem ter ocorrido diante da não procura por atendimento médico, mesmo apresentando sintomas da Covid-19, ou, ao chegar a uma unidade de saúde, não apresentou estado grave, retornou à residência e teve complicações que resultaram em óbito, sem buscar novo contato com profissionais.

Em nota, o órgão também informou que, na Capital, o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) é quem faz a coleta de Swab nesses casos. "Na região Metropolitana de Fortaleza e no interior do Ceará, o serviço funerário faz o transporte do corpo para a unidade do SVO, onde é feita a coleta do exame para identificação de Covid-19", explica.

O Ceará tem, aproximadamente, 18 mortes por dia, e a média geral de idade das vítimas é de 68 anos. O dia 2 de maio segue com o maior número de mortes contabilizadas pela Secretaria de Saúde, 99 no intervalo de 24 horas.


Assuntos Relacionados