Ceará confirma mais de 3 mil casos de Covid-19 em 24 horas; óbitos chegam a 2.251

A Secretaria da Saúde alerta que o "incremento significativo" se deve à uma mudança no consumo de dados do Ministério da Saúde, no sistema E-SUS Notifica, que ocorreu nos dois últimos dias

O número de casos confirmados da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), chegou a 34.573 no Ceará, de acordo com os dados da plataforma IntegraSUS, atualizados às 17h11 pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), nesta sexta-feira (22). Em comparação ao informe divulgado às 17h38 do dia anterior, foram 3.160 casos a mais

Em alerta exibido na plataforma, a Secretaria indica que o "incremento significativo" se deve a uma mudança no consumo de dados do Ministério da Saúde, no sistema E-SUS Notifica, que ocorreu nos dois últimos dias.

Já em relação ao número de óbitos causados da doença, foram contabilizados 2.251 até o fim da tarde de hoje (22). Foram 90 mortes a mais que o notificado na última atualização da quinta-feira (21). Nem todas as mortes, porém, foram registradas nas últimas 24h. Nesse informe há registro de óbitos de dias anteriores que só foram confirmados agora.

Fortaleza se mantém como a cidade com maior circulação do novo coronavírus, acumulando 19.270 casos e 1.548 óbitos pela doença. Em seguida vêm Caucaia e Sobral, que contabilizam 1.174 e 1.117 casos, respectivamente. 

> Secretário da Saúde do Ceará aponta tendência de redução em atendimentos e óbitos por Covid-19

A letalidade da doença, no momento, é de 6,5%. Em todo o Estado, 47.211 possíveis casos e 621 óbitos suspeitos de coronavírus estão sendo investigados, e 85.142 pessoas já foram testadas. 

Os dados também mostram que 19.765 pessoas se recuperaram da Covid-19 até então. Em comparação ao último informe do IntegraSUS, foram 628 pacientes a mais que receberam alta hospitalar ou ficaram livres da doença. 

Testagem ampliada

A Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa) anunciou que vai ampliar seu sistema de testagem em massa para o novo coronavírus. Uma das estratégias é implementar um sistema de testagem drive-thru em dois shoppings da Capital com o foco em pessoas saudáveis. A previsão, de acordo com o titular da Sesa, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, é que em 10 dias o sistema começe a operar.

Esses locais de testagem em shoppings serão voltados para pessoas que não estão apresentando sintomas clássicos da Covid-19. A ideia, explicou Dr. Cabeto, é que o Estado passe a ter um inquérito sorológico para identificar as pessoas que já foram infectadas pela doença e estão protegidas, sabendo ainda em que áreas elas estão vivendo.Os dois estabelecimentos comerciais ainda não foram definidos.



Redação 28 de Maio de 2020