CE tem 20% de redução nas infrações em estradas federais

Os dados divulgados pela PRF são de janeiro a agosto de 2020. O Ceará registrou diminuição de 20% no número de infrações cometidas entre os meses de janeiro de agosto de 2020, se comparado a igual período de 2019, segundo dados

fiscalização
Legenda: Entre os meses de janeiro e agosto, deste ano, foram registradas 56.090 infrações nas rodovias federais
Foto: PRF/Divulgação

A política de isolamento social, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, tem influenciado também na redução do número de infrações cometidas no trânsito. De acordo com dados repassados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF-CE), entre os meses de janeiro e agosto, deste ano, foram registradas 56.090 infrações nas rodovias federais. Os dados demonstram uma diminuição de 20% em comparação a igual período de 2019, quando o número chegou a 70.186 ocorrências.

Dentre os tipos de infrações que tiveram queda, a mais acentuada foi de Alcoolemia, inferior a 0,33 mg/l, que contabilizou 611 infrações nos 8 primeiros meses de 2020, redução de 19.1% em relação a 2019, quando marcou 765 casos. Em contrapartida, a Alcoolemia, superior a 0,33 mg/l, considerada crime, sofreu aumento de 5,2%, passando de 76 registros no ano passado, para 80 este ano.

A segunda maior redução foi no número de ultrapassagens proibidas, que passou de 6.797 infrações entre janeiro e agosto de 2019, para 5.925 durante o mesmo período de 2020, somando um declínio de 12.8%. "Atualmente, o maior desafio são as ultrapassagens porque levam uma carga de perigo muito grande. Nós ainda temos muitas rodovias com pista simples e um veículo, em muitos casos, não quer esperar o tempo para fazer a ultrapassagem de forma segura, aumentando muito o risco de acidente grave", esclarece Márcio Moura, agente do setor de comunicação da PRF-CE.

Multas em razão de condutores e passageiros sem cinto de segurança também foram menos registradas, chegando a 1.187 este ano. Já em 2019, o total contabilizado foi de 1.339, mostrando uma contração de 11,3%. Infrações em decorrência da falta de uso do capacete, tanto de condutores quanto de passageiros em motocicletas, teve alta de 34,6%, passando de 2.167 no ano passado para 2.918 em 2020.

Semana

Ontem (18), os órgãos de trânsito do Ceará deram início ao programa da Semana Nacional de Trânsito, que tem como o principal objetivo educar os condutores para reforçar essa diminuição tanto no número de infrações quanto no de acidentes.

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 29 de Outubro de 2020