Bairros da Capital que fazem divisa com Caucaia lideram mortes por Covid-19

Dado foi divulgado junto do boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, a SMS

O mais recente boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgado na sexta-feira (29), aponta que os bairros Barra do Ceará, Vila Velha e Cristo Redentor, localizados na divisa com o município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), possuem maior número de mortes em decorrência de Covid-19 na Capital. Caucaia é a segunda cidade com maior número de casos no Ceará, com 1.304 confirmações e 78 mortes.

 

Segundo as informações da pasta, o balanço indica 88 mortes contabilizadas na Barra do Ceará, 53 no Vila Velha e outras 50 confirmações de óbito por decorrência do novo coronavírus no Cristo Redentor. O boletim epidemiológico, que também apresenta mapa de calor baseado nas estatísticas colhidas nas últimas semanas, aponta que o óbitos estão concentrados em bairros periféricos de Fortaleza, com evidência no prevalecimento entre moradores de bairros de baixo e muito baixo IDH.

Porém, a Secretaria destaca também que outros bairros mostram alta incidência de mortes. São eles Vicente Pinzón, que tem 216 casos e 60 óbitos; Granja Lisboa, com 193 casos e 46 mortes, e Mondubim, com 58 óbitos e 347 casos. No total, 120 bairros da cidade possuem óbitos confirmados, exceto o bairro De Lourdes, único da Capital sem registros de mortes. 

Mortes por Covid-19 em Fortaleza

Casos

Além do número de mortes, o balanço informa que Barra do Ceará e Vicente Pinzón, mais populosos e com alta letalidade, registraram aumento considerável da transmissão da doença causada pelo novo coronavírus, hoje com 502 e 261 casos, respectivamente. Enquanto isso, os dois bairros com maior número de casos confirmados, até então, são Meireles, com 869, e Aldeota, com 676.