Áreas carentes receberão 73 mil metros de rede de água e esgoto

Intervenção anunciada ontem pelo prefeito Roberto Claudio faz parte de um programa de obras que tem como objetivo diminuir a desigualdade social em áreas com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Capital

Legenda: Fortaleza terá 28 bairros beneficiados com recursos para obras de saneamento
Foto: FOTO: KLEBER A. GONÇALVES

Com a premissa de combate à desigualdade social na cidade, a prefeitura de Fortaleza anunciou, em coletiva na tarde de ontem, o que ela classifica como "o maior investimento em infraestrutura social de comunidades carentes já realizado na cidade". Trata-se de um pacote de intervenções urbanas para benefício de 28 bairros, englobando comunidades com os piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH). Entre os trabalhos, estão previstos a implantação de 13 mil metros de obras de drenagem e 73 mil metros de rede de água e esgoto.

O conjunto faz parte do Programa de Infraestrutura em Educação e Saneamento de Fortaleza (Proinfra), destinado à implantação de obras de infraestrutura com serviços de drenagem, saneamento, mobilidade e construção de novos equipamentos de educação e lazer. Todas devem ter início no decorrer do segundo semestre do ano, com previsão de conclusão em 48 meses, segundo a prefeitura.

Viabilizado por meio de financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), as obras contam com recurso no valor de US$ 150 milhões, o equivalente a R$ 580 milhões.

Ao todo, 950 vias da Capital receberão obras de pavimentação, com 66 km de novos asfaltos ou piso intertravado. Está prevista, também, a requalificação urbanística das Lagoas do Mondubim, Viúva e Passaré, com nova iluminação e reforma das calçadas.

Ainda na área de saneamento, a prefeitura, em parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), disponibilizará ligações interdomiciliares da rede de esgoto de residências localizadas nas vias que receberão as obras. A quantidade específica de domicílios beneficiados, segundo a secretária de infraestrutura de Fortaleza, Manuela Nogueira, ainda será definido.

Educação

No que se refere à educação e lazer, serão criados, por meio do Proinfra, 29 Escolas de Tempo Integral, 88 Centros de Educação Infantil (CEI), além de 26 novas areninhas.

Entre os bairros beneficiados pelo pacote de intervenções estão o Barroso, Passaré, Paupina, Lagoa Redonda, Granja Lisboa, Mondubim, Granja Portugal, Bom Sucesso, entre outros. De acordo com prefeito Roberto Claudio, as áreas estabelecidas foram escolhidas com base nas necessidades de cada local.

"Nem todas as comunidades receberão todos os equipamentos. Vai depender da demanda, da oportunidade de espaço, da existência ou não de equipamentos semelhantes no entorno. Escolhemos as mais pobres da cidade e com o maior déficit de infraestrutura. Boa parte das ruas dessas comunidades são de lama, são de ocupações que se consolidaram e que nunca foram estruturadas, e que agora passarão a receber todo o conjunto de investimento em infraestrutura", diz Roberto Cláudio.

Ainda segundo o prefeito de Fortaleza, as licitações para construção das novas creches e escolas estão em andamento e as demais devem ser lançadas no próximo mês.



Redação 26 de Maio de 2020