Aplicação de 1ª dose da vacina contra Covid-19 é suspensa em Fortaleza até a chegada de mais lotes

Últimas doses recebidas até o momento estão sendo aplicadas neste domingo. Campanha de vacinação continua com a aplicação da segunda dose

Escrito por Redação,

Metro
vacinação
Legenda: Profissionais de saúde agendados recebem a primeira dose neste domingo (21) na Policlínica Dr. Luiz Carlos Fontenele
Foto: Thiago Gadelha

A aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 em profissionais da saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia termina neste domingo (21) em Fortaleza. A interrupção acontece porque chegaram ao fim as doses disponíveis até o momento para esta etapa de vacinação. 

A aplicação de primeira dose em idosos com mais de 75 anos foi concluída na última sexta-feira (19).

Agora, a campanha de imunização contra a Covid-19 continuará apenas com a aplicação da segunda dose da vacina. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou que aguarda o envio de novas remessas pelo Ministério da Saúde para retomar a administração de primeiras doses nos grupos prioritários incluídos na primeira fase.

policlínica
Legenda: Movimento tranquilo na policlínica onde ocorre a vacinação
Foto: Thiago Gadelha

Até a última sexta, dia do mais recente balanço divulgado pelo Estado, 44.477 pessoas já receberam a segunda dose do imunizante no Ceará e 259.525 receberam a primeira dose da vacina.

Os vacinados com o imunobiológico Oxford/AstraZeneca devem aguardar o intervalo adequado à aplicação da segunda dose - cerca de 90 dias após a primeira.

Neste domingo, o movimento no Centro de Eventos do Ceará, onde ocorre aplicação de segunda dose em profissionais de saúde, foi considerado tranquilo. Durante a manhã, não houve registro de filas.

centro de eventos
Legenda: Aplicação de segunda dose em profissionais de saúde é realizada no Centro de Eventos
Foto: Thiago Gadelha

Espera por mais vacinas

No último dia 14, o governador Camilo Santana informou que em oito dias o Estado receberia mais doses de imunizantes contra a Covid-19. O prazo se encerra nesta segunda-feira (22), mas ainda não há confirmação da chegada de vacinas. 

Ocupação dos leitos

Enquanto o Estado aguarda a chegada de mais vacinas, os números da pandemia continuam em crescimento. As internações por Covid-19 cresceram 98% em pouco mais de um mês no Ceará. De 3 de janeiro a 13 de fevereiro, os números saltaram de 512 para 1.018, segundo o IntegraSUS. Já na Capital, os dados foram mais expressivos, com um crescimento percentual de 157,5%, saindo de 113 para 291 no mesmo período. 

A saturação na rede pública também acompanha a pressão na rede privada. De acordo com o IntegraSUS, a ocupação de UTIs adultas chegou a 96,7% nos hospitais particulares, no Ceará, e 97,3%, em Fortaleza, na última semana.

Ampliação dos leitos

A SMS iniciou na última semana a instalação de 210 novos leitos exclusivos para atendimento de pacientes com Covid-19 em Fortaleza. Serão dez de UTI no Instituto Dr. José Frota (IJF) 2, 30 de enfermaria no Hospital e Maternidade Dra Zilda Arns (Hospital da Mulher) e 170 de observação nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Capital. 

O Governo do Estado projeta expandir 44,3% das estruturas de enfermaria e UTI exclusivas para tratar os infectados no Estado até 31 de março, saindo dos atuais 1.478 leitos para 2.133, dos quais 464 serão só de UTI.