Apesar da redução, tráfego irregular de veículos na praia preocupa

Dados fornecidos pelo Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) apontam diminuição de quase 30% das autuações entre 2017 e 2018, contudo o problema continua afligindo frequentadores e banhistas

A circulação de veículos como carros, motos e quadriciclos em faixas de areia onde há concentração de banhistas ainda é uma prática nas praias cearenses, embora seja ilegal. Dados fornecidos pelo Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) apontam uma redução de quase 30% das autuações entre 2017 e 2018. Contudo, o problema continua sendo alarmante.

Segundo o coordenador de blitz do Detran-CE, Ribamar Diniz, equipes fiscalizam o litoral que vai da cidade de Trairi a Aracati todo fim de semana, a partir das 8h, além de operações em feriados, feriadões e fim de ano. Segundo ele, cada praia tem um fiscalização feita por dois agentes em um Troller e dois policiais da PRE (Polícia Rodoviária Estadual). Quando perguntado sobre a quantidade de infrações de trânsito desse tipo, o agente enfatiza que "diminuiu muito", sendo considerados raros os incidentes registrados.

Apesar da análise, a ação de infratores ainda preocupa frequentadores e banhistas. No último sábado (23), um ato de imprudência atropelou e vitimou o cão Jacó, considerado o cachorro mais habilidoso do Brasil, na praia do Porto das Dunas, em Aquiraz. Com a morte do animal, o dono e adestrador Vladinir Maciel se pronunciou pela causa.

Praia não é local para ter carro. Essa é minha bandeira agora."

Legislação

Por não estar claramente expresso no Código Brasileiro de Trânsito (CBT), a punição pelo tráfego irregular de veículos em praias é prevista dentro do artigo 187, inciso I. Segundo o texto, é vetado "transitar em locais e horários não permitidos". A infração é considerada de natureza média com aplicação de multa de R$130,16, além de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O tenente da PRE Mauro Ricardo explica que todos os condutores de veículos motorizados, com emplacamento ou não, podem ser multados e devem estar habilitados na categoria B. Segundo ele, durante as blitze também é feita a checagem da "parte policial". "A gente não faz só a parte de praia não, a gente faz a fiscalização normal de tudo, de habilitação, de documentação, se tiver bebido", relata.

O oficial revela que a operação de Carnaval começará na manhã de sexta-feira (1) e continuará até as 17h da quarta-feira (6), em todas as rodovias e praias do Estado. No último domingo, 36 novos agentes realizaram treinamento para atuar na fiscalização de praia, em uma área isolada da Praia da Sabiaguaba, segundo informações do Detran.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 19 de Outubro de 2020