Acesso à 'Praia dos Crush' será bloqueado nos fins de semana

A medida faz parte de uma ação conjunta entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado, e será adotada como forma de prevenir a formação de aglomerações na faixa de areia, que preocupam especialistas

Legenda: Além do impedimento na orla, outras ações serão implementadas para combater a disseminação do novo coronavírus
Foto: Thiago Gadelha

A 'Praia dos Crush', nome popular de um trecho específico da Praia de Iracema, vai passar a ser bloqueada para o acesso de visitantes durante os fins de semana, com início neste sábado (16). O ponto da orla vem sendo marcado por aglomerações - especialmente aos sábados e domingos - e a medida foi adotada como forma de evitar a disseminação do coronavírus em Fortaleza.

Para manter o bloqueio, serão colocadas grades no entorno da faixa de areia. A mesma estruturação foi adotada durante o Ano Novo, para restringir o acesso da população ao Aterro da Praia de Iracema.

Essa ação faz parte de uma iniciativa conjunta entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado, que também propõe intensificar as ações de fiscalização para coibir aglomerações e, consequentemente, evitar o aumento de casos de Covid-19.

"Pedimos a ajuda de vocês nesse momento tão crítico. Nós precisamos e vamos intensificar as ações do Estado e do Município para que o nosso decreto de isolamento social contra aglomerações seja efetivado. Precisamos da população, de todos aqueles que, de alguma forma, contribuem para a aglomeração. Nós faremos uma série de operações integradas naqueles locais onde, historicamente, sabemos que há aglomeração", declarou o coronel Eduardo Holanda, secretário municipal da Segurança Cidadã, em mensagem gravada em vídeo.

Outros pontos

O processo será conduzido com o apoio de órgãos como a Polícia Militar do Ceará (PMCE) e a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). Na Capital, as ações também vão abranger locais como o bairro Benfica, nas proximidades Praça da Gentilândia, e o entorno do Mercado dos Pinhões. Essas áreas já foram palco de aglomerações durante a pandemia.

"Também estaremos nos entornos de bares e restaurantes. As equipes estarão nas ruas, não só nos locais já citados, mas por toda Fortaleza", defendeu o coronel Eduardo Holanda.

A coordenadora de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), Dolores Fernandes, destaca que o objetivo do processo de fiscalização não é multar cidadãos ou estabelecimentos, e sim garantir o cumprimento de regras em prol do bem comum.

"É preciso que a sociedade como um todo entenda que o grande objetivo da implementação e da intensificação dessa fiscalização é garantir à sociedade cearense e fortalezense que as medidas sanitárias necessárias serão cumpridas, pra que a gente evite o avanço da Covid-19 no Ceará. Para que todos possam, de fato, seguir todas as recomendações", afirma.

Apelo

Fernandes acrescenta, ainda, um apelo para que população se alie ao órgãos públicos,cumprindo três medidas com afinco. "Se a gente segue as regras do uso da máscara, a higienização das mãos e o distanciamento social, nós vamos ter práticas que vão impedir a disseminação da doença", enfatiza.

As brechas para essa disseminação eram facilmente observadas no cenário que se repetia a cada fim de semana na Praia de Iracema, incluindo o trecho da 'Praia dos Crush'. Durante a tarde, visitantes e banhistas formavam aglomerações pela orla e no espigão, ocupando os espaços sem respeitar as medidas de distanciamento social e, em alguns casos, sem fazer o uso correto da máscara.

Assim como ocorreu em ocorrências passadas, a Polícia Militar (PMCE) também vai continuar atuando para coibir aglomerações. "Vamos combater todo e qualquer descumprimento dos decretos governamentais que estão vigentes", reforça o subcomandante da PMCE, coronel De Paula.

Já para os estabelecimentos comerciais, nesse contexto, é essencial seguir as orientações do decreto estadual, conforme orienta a superintendente da Agefis, Laura Jucá. "Obedeçam ao distanciamento entre as pessoas, o uso de álcool em gel 70%, o uso de máscaras, e, principalmente, o encerramento de suas atividades às 22h", diz.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza