A evolução do cursinho: nova abordagem de estudos promete o dobro de eficiência

Com tempo de aula reduzido, a escola Blive aposta no ensino criativo e modelo de assessoria para melhorar resultados dos alunos

Legenda: : Além de aulas presenciais, o aluno conta com o suporte da plataforma online da Blive.
Foto: Divulgação

Quem está na jornada em direção a tão sonhada vaga na Universidade sabe que a rotina de cursinho pode ser bem cansativa, com horas de aulas que parecem intermináveis e métodos de estudo padronizados para todos os alunos. Mas para estudantes como Rebeca Braga, 22 anos, este modelo não funciona mais.

Ela estava há três anos fazendo cursinho tradicional e prestes a desistir de tentar uma vaga no vestibular de Medicina, quando resolveu mudar a estratégia. Cansada do ensino repetitivo, não tinha mais paciência de estudar teorias por achar que só a resolução de questões surtiria efeito. Percebeu que o caminho não era este, até que decidiu investir num novo jeito de estudar.

Através do curso pré-vestibular com assessoria da escola Blive, ela redirecionou seus esforços de estudo e otimizou o tempo de aulas e exercícios. Como explica Samuel Gurgel,  médico e criador do método, a aluna recebeu um diagnóstico das dificuldades dela e foi orientada de acordo com o seu perfil. “E aí a Rebeca saiu de 28 acertos em português para 35. Saiu de 34 em matemática para 40", comemora o diretor da escola.

Para a aluna, a estratégia se mostrou eficaz e trouxe mais motivação para os estudos. “Desde o começo eu percebi a diferença, porque a forma de estudar é diferente: nós estudamos o conteúdo antes, focando no que é mais cobrado nos vestibulares, e só depois vamos para aula, na qual podemos tirar as dúvidas e ter um contato bem mais direto com os professores dentro e fora de sala, já que são turmas reduzidas. Outro momento em que percebi diferença foi durante os simulados, onde eu pude ver que estava conseguindo fazer bem mais rápido e acertando mais", analisa Rebeca. 

Como explica Samuel Gurgel, muito além da sala de aula, o método é focado no diagnóstico e condução do aluno, aliado ao cuidado emocional. “O aluno do pré-vestibular não é muito diferente de um aluno no começo da escola. É um momento delicado, muita coisa borbulhando na cabeça, escolhas importantes para a vida inteira. E é nesse momento que ele se vê sozinho tentando vencer a multidão, quando ele precisaria ter um suporte bem mais próximo, tanto emocional como no trabalho do conteúdo”, avalia. “Muita coisa mudou nos últimos 100 anos, menos a forma de ensinar, pelo menos até agora. Não é só jogar informação para o aluno e esperar que ele dê conta. Nós trabalhamos com um modelo de assessoria, há muito presente em grandes cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Recife, e que chega agora à Fortaleza com a Blive, escola de tempo integral especializada na preparação de alunos para vestibulares”, completa o diretor.

Estrutura

Na Blive, o aluno conta com cabines individuais de estudo, salas de aula com capacidade máxima para 30 alunos, biblioteca com rico acervo, monitorias em tempo integral, refeitório, sala de descanso, chuveiros, entre outras amenidades. Além disso, o aluno conta com o suporte da plataforma online utilizada na preparação dos alunos com mais de 3.500 vídeo-aulas, 12.500 questões resolvidas, banco de questões com mais 100.000 questões dos últimos vestibulares, mais de 300 temas de redação e simulados semanais.

“A grande diferença está no uso do tempo disponível para estudo. Muitos pesquisadores e estudiosos já mostraram que o aprendizado em torno do modelo expositivo equivale à metade de um modelo baseado em problemas e práticas. Os alunos são encorajados a participar ativamente na construção do aprendizado, algo bastante presente nos modelos mais modernos de ensino internacional, através de mesas redondas, discussões, resoluções de problemas, etc. Lá, o papel do professor não é ser apenas um palestrante. Ele atua principalmente como facilitador na compreensão do aluno e na tirada de dúvidas”, explica Samuel Gurgel.

Outro diferencial da proposta é que ao invés de os alunos passarem de seis a oito horas assistindo aula, na Blive, o tempo de aula é reduzido a três horas e a maior parte do tempo o aluno passa praticando, discutindo e tirando suas dúvidas. “Em vez de estudar seis assuntos novos diariamente, que a gente sabe que é impossível assimilar, fixar e revisar durante o tempo que sobra fora das aulas, na Blive, o aluno estuda apenas dois assuntos diariamente, um pela manhã e outro à tarde, através de teoria, vídeo-aulas, questões resolvidas e propostas. As aulas presenciais com os professores acontecem no final da tarde e à noite, normalmente discutindo o assunto que foi estudado durante o dia”, detalha o diretor. Outra novidade, acrescenta ele, são os ciclos de revisão que são feitos diariamente, de modo que a matéria vista no começo do ano continua sendo vista até a prova do ENEM.

Experiência própria

Além de toda base científica para criação do modelo de ensino aplicado na Blive, Samuel Gurgel afirma que a própria experiência de estudo serviu de inspiração para compartilhar a estratégia para outros vestibulandos de Medicina. “Sou médico há dez anos, formado em duas especialidades, várias aprovações em vestibulares e concursos na área médica, fiz ENEM agora, depois de 17 anos do meu último vestibular, e obtive mais de 150 acertos sem qualquer preparação prévia, sendo 84 deles somente no segundo dia, quando acontecem as provas de matemática e ciências da natureza. Isso me respalda a dizer que existe uma metodologia que é mais eficiente do que outras para você poder reter aquele conhecimento, aprender de maneira mais fácil e criativa. Por isso, costumo dizer, ou o aluno muda a forma como vem fazendo ou vai continuar tendo o mesmo resultado”, avalia o médico.

A Blive informa que está com matrículas abertas para duas turmas, com 30 vagas cada: a primeira com início em 1°/03 e a segunda começando dia 05/04.

Serviço:

Blive
Rua José Vilar, 2119 - Dionisio Torres, Fortaleza(CE)
Contato: (85) 3393.6779 / (85) 994379208(WhatsApp)
secretaria.blivefortaleza@gmail.com
instagram.com/blivefortaleza

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza