William Oliveira esclarece mal entendido após o Clássico-Rei: "discussão normal de jogo"

Volante tratou de negar qualquer boato sobre suposta injúria racial que teria sofrido

Legenda: William Oliveira entrou no decorrer do Clássico-Rei
Foto: Foto: JL Rosa / SVM

O volante do Ceará, William Oliveira, resolveu se manifestar nas redes sociais sobre a discussão que teria tido com o meia argentino Mariano Vázquez, do Fortaleza, após a vitória do alvinegro no Clássico-Rei disputado nesta terça-feira (29), válido pela Copa do Nordeste.

William tratou de negar qualquer boato sobre suposta injúria racial que teria sofrido e disse que a discussão foi natural do jogo e que Mariano é um colega de profissão.

>Veja mais notícias sobre Ceará e Fortaleza

"Alguns estão comentando que o Mariano Vazquez pronunciou frases e falas racistas para mim depois do jogo, mas gostaria de dizer que isso não ocorreu. O Mariano é um companheiro de profissão, o que aconteceu não passou de uma discussão normal de jogo com um companheiro de clube causada pela importância da partida e que toda essa repercussão agora com o Mariano não passou de um mal entendido".

O atleta alvinegro pediu aos torcedores que não tomassem os boatos como verdade.  "Sou negro e sei da necessidade de lutar pelo movimento mas, por favor, não tomem nenhuma ação contra ele pois não foi nada disso que ocorreu. Nós atletas sabemos como grandes clássicos e rivalidades elevam os ânimos, é algo natural do futebol e do esporte. Agradeço todo o carinho e a preocupação de toda a torcida alvinegra!".

O Ceará parte para a disputa da final da Copa do Nordeste. O Alvinegro tenta a conquista do bicampeonato.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?