Vice-presidente de futebol do Grêmio, Marcos Herrmann pede demissão após derrota para o Fortaleza

No cargo desde abril, participou das contratações de Tiago Nunes, hoje no Ceará, para substituir o ídolo Renato Portaluppi. O vice-presidente de futebol também esteve envolvido diretamente na contratação do ex-técnico Felipão.

Legenda: Marcos Herrmann, ex-vice de futebol do Grêmio, estava no cargo desde abril deste ano
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O vice-presidente de futebol do Grêmio, Marcos Herrmann, anunciou nesta quarta-feira (13), após a derrota para o Fortaleza, na Arena Castelão, que pediu demissão do cargo. De acordo com o dirigente, a decisão visa criar um "fator novo" para "tocar a vida adiante".

O pronunciamento aconteceu em entrevista coletiva pós-jogo, quando o agora ex-vice de futebol pediu desculpas ao torcedor gremista pelo momento vivido dentro de campo, mas ressaltou a importância do apoio na manutenção da equipe.

"Sou demissionário do cargo de vice-presidente de futebol, porque acho importante que a gente dê uma oxigenada. Agora vem uma nova comissão técnica. É importante que a gente respire ares novos, crie um fato novo e toque a vida adiante. Temos uma mudança de ciclo, que estamos fazendo, é muito difícil. Confesso que não sabia que era tão difícil. Mas o clube tem condições de superar esse momento difícil. Reitero: é fundamental que o apoio da nossa torcida não falte ao clube, especialmente aos jogadores."
Marcos Herrmann
Ex-vice de futebol do Grêmio

No cargo desde abril, Marcos Herrmann participou das contratações de Tiago Nunes, hoje no Ceará, para substituir o ídolo Renato Portaluppi. O vice-presidente de futebol também esteve envolvido diretamente na contratação do ex-técnico Felipão.

Assista à coletiva na íntegra

Fase do Grêmio

Na vice-lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos, o Grêmio viveu uma semana conturbada. Na segunda-feira (11), às vésperas do duelo contra o Fortaleza, a direção gaúcha optou pelo encerramento em "comum acordo" com o técnico Luiz Felipe Scolari. Pelo tricolor gaúcho, Felipão somou nove vitórias, três empates e nove derrotas em 21 jogos

Na Série A, o Grêmio soma apenas seis vitórias, além de cinco empates e 13 derrotas. Nos últimos cinco jogos, foram quatro derrotas e um empate. A última vitória aconteceu no dia 19 de setembro contra o Flamengo.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte