STJD garante presença de público em Flamengo x Grêmio na Copa do Brasil

O presidente da entidade, Otávio Noronha, afirmou que "não cabe descumprimento" com a medida

Torcedor do Flamengo presente em jogo
Legenda: A torcida do Flamengo recebeu autorização para acompanhar o jogo do clube na Copa do Brasil
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

A partida entre Flamengo e Grêmio pela Copa do Brasil terá público no Maracanã, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (15). Apesar da CBF e da maioria dos clubes da Série A enviarem um pedido de suspensão da presença da torcida ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o presidente da entidade, Otávio Noronha, garantiu a manutenção dos torcedores.

"Existe uma liminar em vigor e a decisão é para ser cumprida. Não cabe descumprimento", informou em contato com o ge.

Assim, a diretoria do Flamengo segue o processo de comercialização dos ingressos do jogo, previsto para 21h30. O time carioca conseguiu junto ao STJD uma liminar para realizar partidas com público. Após a decisão, a Prefeitura do Rio de Janeiro liberou que três partidas da equipe apresentem torcida no Maracanã, sendo compromissos também da Série A e da Taça Libertadores.

A medida gerou divergência entre os demais participantes do Brasileirão, como Ceará e Fortaleza. As diretorias desejam a volta do público aos jogos do futebol, mas em movimento nacional, sem que apenas algumas equipes possam desfrutar da torcida por conta das ações sanitárias de combate à pandemia de Covid-19, ou seja, desejam o retorno quando todos tiverem autorização.

Ida sem público

O primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil entre Flamengo e Grêmio ocorreu sem a presença de público. A partida foi disputada no dia 25 de agosto, no Rio Grande do Sul, e terminou com placar de 4 a 0 para o plantel rubro-negro.

Atletas de Grêmio e Flamengo disputam a bola
Legenda: Grêmio e Flamengo se enfrentam pelas quartas de final da Copa do Brasil
Foto: Lucas Uebel / Grêmio

A diretriz da CBF sobre a volta da torcida aos estádios indicou que, em eventos eliminatórios como a Copa do Brasil, se apenas um dos times pode contar com os torcedores - devidos aos protocolos sanitários contra o novo coronavírus - o confronto mata-mata não deve ter público em nenhuma das partidas. O objetivo é equiparar os cenários no duelo.

Com a liminar junto ao STJD, o Flamengo rompe com o suposto protocolo. A ação, inclusive, recebe anuência da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte