São Paulo vence lanterna Goiás em jogo adiado e assume liderança da Série A

Time de Fernando Diniz venceu por 3 a 0, nesta quinta-feira (3), em Goiânia

Legenda: Brenner soma 18 gols pelo São Paulo em 31 jogos na temporada
Foto: Rubens Chiri / São Paulo

O São Paulo assumiu a liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. Em partida atrasada nesta quinta-feira (3), venceu o Goiás por 3 a 0 em Goiânia. Assim, chegou aos 44 pontos: dois a mais que o vice-líder Atlético-MG.

O time esmeraldino segue na lanterna, com 16. Em 23 jogos, venceu apenas três na competição.

O jogo

Marcando o rival no campo de ataque, o São Paulo começou o jogo empurrando os goianos para a própria área. Aos poucos, os donos de casa começaram a errar. Aos 19, o primeiro gol saiu. Em boa recuperação no campo de ataque, a bola sobrou para Igor Gomes, que livre na entrada da área, teve tempo para dominar e chutar forte.

O gol e a fragilidade do adversário, por incrível que pareça, fizeram mal ao São Paulo e esse é o problema do time de Fernando Diniz. A equipe poderia ter acelerado para tentar definir o resultado ainda na primeira etapa, mas optou por futebol burocrático, pouco inspirado, desanimado - nem parecia que o jogo estava valendo a liderança.

O intervalo fez muito bem ao São Paulo. O time voltou com ânimo renovado e aos três minutos ampliou o placar após linda triangulação entre Luciano, Gabriel Sara e finalização precisa de Brenner - 18º gol do atacante em 31 jogos.

O São Paulo, desta vez, não desacelerou. Perdeu alguns gols, mas chegou ao terceiro aos 37. Vitor Bueno entrou na área com a bola, tocou para Tchê Tchê, que rolou para Hernandes tocar na saída de Tadeu.

Ficha técnica

Goiás 0x3 São Paulo

Árbitro: Caio Vieira (RN).

Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO).

Cartões amarelos: Iago Mendonça, Rodrigues e Keko.

Gols: Igor Gomes, aos 19 minutos do primeiro tempo. Brenner, aos 3, e Hernanes, aos 37 minutos do segundo tempo.

Goiás: Tadeu; I. Mendonça, F. Sanches (R.Moura), Heron e Ratinho (Pintado); Breno (P. Marinho), Ariel Cabral (H. Lordelo), G. Blanco e Rodrigues; Keko (D. Silva) e Fernandão. Técnico: Glauber Ramos.

São Paulo: Volpi; Juanfran (Igor V.), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, G. Sara (Tchê Tchê) e Igor Gomes (V. Bueno); Luciano (Hernanes) e Brenner (Pablo). Técnico: Fernando Diniz.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte