Regata Dragão do Mar chega à 19ª edição neste domingo (21)

Jangadas e paquetes disputam mais uma prova, que já se constituiu como evento náutico tradicional do Estado. Nele, os pescadores reafirmam sua tradição marítima e mostram habilidade. TV Diário transmite competição

A regata é uma competição que, para muitos, é o momento mais importante na vida de um pescador. Isso porque reúne a experiência do trabalho do dia a dia com o prazer de desbravar as águas. Os verdes mares de Fortaleza receberão no domingo (21), a mais tradicional disputa marítima cearense: a Regata Dragão do Mar.

O evento ocorre há mais de 30 anos no litoral da Capital cearense. No formato atual, esta será a 19ª edição da competição. A prova chegou a sofrer uma paralisação, em 2001, mas retomou lugar de destaque no calendário náutico brasileiro em 2009, contando com a parceria do Sistema Verdes Mares e com a Colônia de Pescadores Z-8.

Ao todo participarão 25 jangadas e 25 paquetes, o que soma aproximadamente 225 competidores. As embarcações percorrerão a faixa litorânea da Enseada do Mucuripe à Praia de Iracema, contornando quatro boias, e chegam ao fim da prova no Náutico. A largada tem previsão para as 10h30. A TV Diário transmite ao vivo a competição.

Parceiros de jangada e veteranos na competição, Mestre Enésio e Charles destacam qual o diferencial da competição. "É um dos esportes que valorizo mais porque é também minha profissão. Tenho 38 anos pescando", afirma Mestre Enésio.

Também pescador, Charles reafirma a importância do evento e revela o segredo para conquistar o primeiro lugar. "Esse evento significa minha vida. É uma satisfação muito grande participar. O segredo é ter uma tripulação unida. Tudo muito caprichado".

Entre as embarcações, constam jangadas (com cinco tripulantes) e paquetes (embarcação menor, com três ou quatro pessoas).

Para José Nailton, idealizador do projeto, a ocasião representa a história de um povo e a oportunidade de diversão para os pescadores. "Esse é um momento onde a gente procura mostrar a vida surrada e difícil, o dia a dia do homem do mar. É um momento de alegria e de prazer, e um momento de competição. Cada um vai mostrar sua perícia conduzindo a embarcação. Já está no sangue e enraizado".

Para além dos participantes, quem também ganha com o evento são os turistas. Conhecido por ser um mês de alta estação, julho tem muitos visitantes nas praias de Fortaleza, o que dá mais incremento à competição.

O evento conta ainda com o apoio da Capitania dos Portos do Ceará, preparada para prestar apoio médico e impedir que outras embarcações entrem na prova.

Premiação

Os prêmios variam do 1º ao 10º lugar. Na categoria jangada, o 1º lugar leva para casa R$ 3 mil, o 2º garante R$ 2 mil e o 3º, R$ 1 mil. O 4º leva R$ 500 e 5º, R$ 400. São distribuídos brindes do 6º ao 10º lugar.

Já o vencedor da categoria paquete garante R$ 2 mil, o 2º colocado garante R$ 1 mil e 3º e 4º lugares, R$ 400.


Categorias Relacionadas