Real Madrid e Barcelona se enfrentam em primeiro round da luta por Copa e Liga

Real recebe o Barça, nesta quarta-feira (27), em jogo de volta das semifinais da Copa do Rei

O Real Madrid recebe, nesta quarta-feira (27), o Barcelona no jogo de volta das semifinais da Copa do Rei, um primeiro round entre os dois gigantes esta semana, antes do confronto de sábado (2) que pode definir o Campeonato Espanhol.

"É um jogo lindo, é o grande clássico do futebol espanhol, esta partida sempre coloca a Espanha como capital mundial do futebol", declarou o técnico do Real, Santiago Solari, nesta terça (26).

Após o 1 a 1 do jogo de ida no Camp Nou no início do mês, todas as possibilidades estão abertas, embora o Real tenha a pequena vantagem do gol marcado fora de casa, o que lhe valeria a classificação em caso de empate sem gol no Bernabéu.

Será o primeiro round antes da partida de sábado no Campeonato Espanhol no coliseu 'merengue', que pode decidir a competição.

"Este mês é chave. Temos a Liga dos Campeões e esses dois jogos contra o Real: uma classificação para uma final e ganhar ou perder pontos em relação a eles", declarou o zagueiro do Barça Clément Lenglet em entrevista à AFP.

A nove pontos do líder Barcelona, o Real chega ao jogo de quarta (27) com a vontade de dar um golpe no arquirrival, algo que parece ser impossível na Liga.

'Prontos para o que vier'

"Estamos prontos para o que vier e para ganhar. São dois jogos muito importantes e tê-los em uma semana é ótimo para nós jogadores", alertou o jovem brasileiro Vinicius Junior.

O atacante brasileiro voltará a ser titular da equipe de Solari, deixando no banco o galês Gareth Bale, envolvido em polêmica após não comemorar o gol marcado na vitória do fim de semana do Real sobre o Levante.

"Nosso foco está 100% na partida de amanhã, eu vejo tanto ele (Bale) como os outros jogadores muito focados", se limitou a afirmar o técnico merengue.

Do outro lado do campo estará um Barcelona que chega ao Bernabéu com um Lionel Messi em estado de graça, após anotar três gols e dar uma assistência na vitória de virada do fim de semana sobre o Sevilla (4-2).

"Temos um jogador decisivo e superlativo", elogiou o técnico Ernesto Valverde após o jogo, completando: "Não só pelos três golaços, mas porque ele os faz no momento certo e quando estávamos um pouco tocados".

Messi, maior artilheiro da história do Clássico com 26 gols, voltou a mostrar no sábado sua melhor versão, já recuperado do incômodo na coxa direita que o atrapalhou no jogo de ida da Copa do Rei contra o Real Madrid.

Vinicius sem medo

"Vai ser duríssimo porque é contra o Real, no campo deles, mas temos que ir ganhar o jogo como fazemos em todos os lugares e estamos confiantes que podemos fazê-lo", declarou Messi.

Os números do pequeno gênio argentino, com 33 gols em 32 jogos oficiais, são estratosféricos, mas Vinicius adverte: "Messi é um jogador incrível, mas não assusta ninguém. Temos os melhores jogadores do mundo também".

Messi deverá ser acompanhado no ataque por Ousmane Dembélé e Luis Suárez, que voltou a se reencontrar com o gol no sábado após cinco jogos seguidos sem balançar as redes.

O Barça busca um quinto título da Copa do Rei consecutivo, o que seria um recorde inédito, para manter vivo o sonho da conquista da Tríplice Coroa (Liga-Copa-Champions).

Para alcançar esses objetivos, os catalães terão que começar ganhando nesta quarta-feira (27) do Real Madrid, que saiu vencedor do clássico na final da Copa do Rei de 2014, última vez que um clube não chamado Barcelona conquistou o torneio nacional.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?

Assuntos Relacionados