Promotor do MP alerta sobre clubes manterem jogos durante motim da PM: "Problema é deles"

O Ministério Público do Estado do Ceará recomendou que os jogos mudassem de data caso a paralisação das forças de segurança pública continue

Legenda: Jogo de volta ocorre nesta quinta-feira (27), às 21h30, na Arena Castelão, com quase 40 mil torcedores confirmados
Foto: Foto: JUAN MABROMATA / AFP

O promotor de justiça e coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), do Ministério Público do Ceará (MPCE), Edvando França, alertou sobre as consequências dos jogos dos times cearenses na Arena Castelão não seguirem as recomendações do MP para que tivessem suas datas alteradas devido ao motim da Polícia Militar do Estado.

Caso o procedimento extrajudicial não seja cumprido, as partes devem pagar uma multa diária de R$ 10 mil, além das responsabilidades civis, criminais e desportivas. Indagado sobre a possibilidade dos clubes usarem segurança privada, Edvando afirmou que a medida não é suficiente para o confronto dessa dimensão.

"Segurança privada não tem preparação nenhuma. Tem que ter força pública. Não abrimos mão da força militar. A segurança privada pode complementar, mas não fazer só. O MP não vai permitir colocar o torcedor em risco. Se houver arrastão ou mortes, eles vão pagar as consequências", afirmou o coordenador do Nudtor.

Jogo da Sul-Americana

No caso do confronto do Fortaleza contra o Independiente, o promotor recomendou que o clube siga a posição do Ministério Público de adiar a partida uma vez que a paralisação dos policiais continue, embora o Leão tenha se posicionado a favor da manutenção do espetáculo. O jogo contra o Independiente já tem quase 40 mil torcedores confirmados, valendo uma classificação inédita de uma equipe cearense à próxima fase da "Sula".

"Eles assumem as responsabilidades. São loucos de levar 55 mil pessoas sem segurança. Problema é deles, não nosso. Eles têm que seguir a recomendação e comunicar à Conmebol", disse o promotor à reportagem.

Em nota, o Leão do Pici afirmou que confia na permanência da partida para o mesmo dia, às 21h30.

Confira a nota completa do Fortaleza

"O Fortaleza Esporte Clube segue firme e forte focado na realização do Jogo 2 da primeira fase da Copa Sul-americana contra o Independiente, na Arena Castelão, em 27/02, às 21h30, conforme determinado pela Conmebol.

Temos plena confiança nos valorosos homens que integram a centenária PMCE, bem como, a firme convicção na plena capacidade do Governo do Estado do Ceará, através da Secretária de Segurança Pública, de dar ao desportiva cearense a segurança necessária para ir, permanecer e vir da Arena Castelão, na normalidade de sempre."

Compromissos alvinegros

Além do duelo contra os argentinos, o MP-CE também recomendou que dois jogos do Ceará, contra Caucaia (sábado, dia 22/02) e Botafogo/PB (quarta-feira, dia 26), na Arena Castelão, fossem suspensos. Até o momento, não há confirmação sobre alguma alteração nesses confrontos. Ontem (20), a Secretaria de Esportes e Juventude (Sejuv), informou "que irá acompanhar as recomendações do MP".

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?