Presidente do Ceará participa de live com Guto e Vina: "não existe nada de grupo rachado"

Robinson de Castro conversou com o técnico e o meia em transmissão ao vivo nas redes sociais

Robinson de Castro em live
Legenda: Robinson de Castro participou de live para acalmar a torcida do Ceará
Foto: reprodução / Instagram

O presidente Robinson de Castro, do Ceará, participou de uma live nas redes sociais do clube, nesta terça-feira (15), e negou qualquer possibilidade de “grupo rachado” no elenco. Ao lado do técnico Guto Ferreira e do meia Vina, o dirigente pediu apoio da torcida durante a Série A do Brasileiro.

“Quero primeiro tranquilizar vocês (torcedores) que não existe nada de desarmonia aqui no clube. De grupo rachado, de situações de atraso, nada disso. Toda vida que entramos em momento de dificuldade acontece isso, e isso faz parte do futebol. O que precisamos agora é apoiar, chegar junto, confiar em quem já fez pelo clube. O Guto tá aqui há mais de um ano com a gente e o Vina dispensa comentários, atleta que foi grande destaque nosso no ano passado”, comentou.

A transmissão foi realizada após a equipe ser alvo de protestos durante o desembarque no Aeroporto de Fortaleza nesta segunda (14), quando retornou de Chapecó com empate sem gols contra a Chapecoense. Recebendo apoio de Robinson, Guto garantiu a melhora do time.

“Com certeza, estamos vivendo um momento que vai passar rapidinho. Talvez esteja nessa situação devido ao Clássico-Rei que fomos muito mal, a gente admite. Mas não está faltando trabalho e a gente não vê a hora de reverter já no próximo jogo. Nós vamos fazer melhor que no ano passado, pode ter certeza disso”, declarou o treinador.

Guto Ferreira foi muito criticado
Legenda: Guto Ferreira tem contrato com o Ceará até o fim de 2021
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Na sequência, Vina teve oportunidade de se manifestar. Muito criticado pelas recentes atuações, o jogador ressaltou o ambiente positivo internamente e negou qualquer atrito com Guto.

“A gente sabe que futebol é resultado, quando não vem se criam coisas, mas o grupo está unido, a gente sabe que só junto vai reverter a situação. Minha relação com o Guto sempre foi a melhor possível. Óbvio que em alguns momentos a gente tem divergência, mas sempre em prol do Ceará. Eu escolhi vir pra cá, escolhi ficar para fazer história. Futebol é resultado, mas neste momento (de crise) que a gente cria força no grupo para voltar a vencer”, explicou.

Planejamento de 2021

A diretoria do Ceará investiu no elenco para 2021 e criou a expectativa de títulos no início da temporada. Com a manutenção de Guto Ferreira, que renovou o contrato até dezembro, o clube buscou reforços internacionais, a exemplo do atacante Mendoza.

O planejamento até registrou uma sequência de resultados positiva, mas a equipe chegou em momentos decisivos e não somou as respostas desejadas. Finalista do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste, ficou com o vice-campeonato nos torneios.

Na Copa Sul-Americana, quando dependia apenas de si para avançar, foi eliminado na fase de grupos. Já na 3ª fase da Copa do Brasil, frente ao arquirrival Fortaleza, a equipe perdeu por 3 a 0 - após empate em 1  a 1 - e deixou a  competição. Agora resta ao Vovô a disputa da Série A do Brasileiro, com objetivo de retornar para um evento internacional em 2022.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte