Prefeitura do Rio de Janeiro deseja sediar o Mundial de Clubes após desistência do Japão

O evento da Fifa está sem sede desde o cancelamento do evento pelo governo japonês

Foto do Maracanã em ângulo aberto, mostrando o campo e a arquibancada
Legenda: O Maracanã é um dos símbolos do Rio de Janeiro e um dos principais estádios do mundo
Foto: Yasuyoshi Chiba / AFP

A Prefeitura do Rio de Janeiro manifestou o interesse em se tornar a nova sede do Mundial de Clubes da Fifa em 2021. O evento estava previsto para o Japão, mas as autoridades sanitárias locais cancelaram devido à pandemia de Covid-19 - o país recebeu as Olimpíadas e Paralimpíadas em Tóquio. A informação foi revelada pelo prefeito Eduardo Paes nesta terça (21).

"Nós estamos trabalhando para isso, é um desejo do Rio, já que o Japão cancelou a final do Mundial de Clubes lá. Seria super interessante trazer para o Rio, estou conversando com CBF, com outros dirigentes, para ver o que conseguimos fazer" afirmou.

Atleta do Corinthians exibe o troféu de campeão mundial da Fifa
Legenda: O Brasil recebeu o primeiro Mundial de Clubes no novo formato em 2000, com o título do Corinthians
Foto: divulgação / FIFA

Apesar de colocar a cidade como opção para a Fifa, o político não escondeu encontrar muitas dificuldades após prévia avaliação. "Tem umas conexões, uns contatos com a Fifa, não é simples, parece que há predileção para fazer essa final na Ásia", enfatizou. "Deve ter algo com os patrocinadores privados, eu não sou especialista no assunto. Mas estamos trabalhando", concluiu.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte