PMs envolvidos em agressão a torcedores do Fortaleza são afastados de atividades em estádio

Torcedores relatam que profissionais jogaram gás de pimenta e dispararam tiros de balas de borracha

Legenda: PMs entraram em conflito com torcedores do Fortaleza
Foto: Reprodução/Vídeo

Os policiais militares envolvidos nos casos de agressão a torcedores durante a partida entre o Fortaleza e o River Plate, ocorrida na última quinta-feira (5), foram afastados de qualquer atividade de Policiamento de Estádio. 

A informação foi confirmada, por meio de nota, pela assessoria de comunicação da Polícia Militar do Ceará (PMCE), que disse que ainda que os fatos serão apurados. 

"A PMCE repudia ações que maculem a missão institucional de servir e proteger a população cearense. A corporação apurará rigorosamente qualquer caso de desvio de conduta".

Após o jogo, torcedores do Fortaleza relatam ter sofrido uma ação da PM com gás de pimenta e tiros de borracha no setor inferior sul da arquibancada da Arena Castelão. 

Há relatos que haviam crianças, cadeirantes e idosos, muitos passando mal.

Ocorrência 

De acordo com a PM, a corporação foi acionada para atender uma ocorrência de vias de fato envolvendo torcedores e pessoas que trabalhavam num bar do Castelão durante o jogo. 

"Segundo os militares que atenderam a ocorrência, foi necessário fazer uso controlado da força para conter os ânimos e possíveis agressões contra os militares que estavam no local para a demanda", afirma.

Na ação, um torcedor foi preso pelo crime de dano e desacato, além disso, um policial militar foi ferido e encaminhado ao hospital. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte