Pior visitante, Vovô tem dois jogos fora seguidos para mudar cenário

Tendo conquistado apenas cinco pontos fora de casa na Série A, sendo assim o pior visitante, o Ceará, de ânimo renovado após vencer o Avaí, no Castelão, terá dois jogos seguidos fora, contra Santos e Bahia, para mudar seus números

Legenda: Contra o Inter, o Ceará perdeu por 1 a 0 no Beira-Rio
Foto: FOTO: Ricardo Duarte / Internacional

Nas próximas duas rodadas da Série A, o Ceará faz dois jogos fora de casa, ao enfrentar o Santos, amanhã, às 19h15, na Vila Belmiro, e na próxima segunda, às 20 horas, diante do Bahia, na Fonte Nova. Se não bastasse a dificuldade natural de jogar fora de casa na Série A e contra adversários acima na tabela, uma estatística torna a sequência mais desafiadora ainda: o Ceará é o time que menos pontuou fora de casa na Série A, somando apenas cinco pontos dos 36 possíveis (13,8% de aproveitamento). É o pior visitante entre os 20 participantes.

Em 12 jogos, o Vovô venceu apenas um (o Avaí, por 2 a 1, na 6ª rodada), e empatou outros dois (diante do Fluminense, na 10ª rodada, em 1 a 1, e contra o Corinthians, em 2 a 2, na 18ª rodada) e perdeu nove: Cruzeiro (1 a 0), Goiás (2 a 1), Vasco (1 a 0), Internacional (1 a 0), São Paulo (1 a 0), Athletico/PR (2 a 1), CSA (1 a 0), Atlético/MG (2 a 1) e Grêmio (2 a 1). A sequência indica que o Vovô perdeu os últimos três jogos fora de casa, e não vence há nove. Foram nove gols marcados (média de 0,75), e 16 sofridos (média de 1,3 por jogo).

Os números podem jogar contra o Vovô, mas o clube tem um trunfo para mudar o cenário desfavorável: o ânimo renovado após a vitória por 1 a 0 diante do Avaí, na Arena Castelão, no último domingo, quebrando uma sequência de 10 jogos sem vencer na Série A.

Com menos peso nos ombros, o Ceará pode fazer partidas mais próximas do seu potencial, sem a influência psicológica, como indica Valdo.

"Tiramos um peso. Nossa equipe estava com o psicológico abalado. A cobrança era enorme. Não que tenha diminuído, mas você consegue trabalhar mais tranquilo, mais leve. A gente tentava e não conseguia fazer as coisas. Tirando o peso da sequência de 10 derrotas, nosso time vai fazer um jogo diferente, mais natural", declarou o zagueiro.

Para enfrentar o Santos, o técnico Adilson Batista projeta jogar com inteligência para encontrar brechas.

"A gente tem que ter os devidos cuidados, com todos os adversários. O Santos tem um bom time, um bom volume, uma intensidade alta. É saber sofrer, ter inteligência para saber explorar setores que o adversário te dá, ter personalidade para jogar", declarou o técnico do Ceará.

Superação

Restando 13 rodadas para o fim da Série A, o Ceará fará mais sete jogos fora de casa, incluindo o Clássico-Rei. O Vozão terá a seguinte sequência: Santos (26ª rodada), Bahia (27ª), Palmeiras (30ª), Fortaleza (32ª), Chapecoense (33ª), Flamengo (35ª) e Botafogo (38º).

E para permanecer na Série A, o Vovô terá que melhorar seu aproveitamento de pontos em relação aos adversários diretos na luta pela permanência: se hoje o Vovô somou apenas cinco pontos, muitos concorrentes têm mais do que o dobro, como Vasco (12 pontos), Atlético/MG (11), Fluminense (11), Botafogo (11). Até clubes pior colocados, ou seja, os do Z-4, somaram mais pontos: Cruzeiro (6), CSA (6), Chapecoense (6) e Avaí (7).

Solidariedade

Após toda comoção pelo desabamento do Edifício Andrea, no Bairro Dionísio Torres, na manhã de ontem, o Ceará utilizou suas redes sociais para prestar solidariedade às vítimas e familiares da tragédia. "Nossa solidariedade aos moradores e familiares das vítimas do desabamento do Edifício Andréa", escreveu o Vovô através de seu twitter.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte