10 mil voluntários desistiram de trabalhar nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, aponta diretor-geral

Toshiro Muto garantiu, no entanto, que a baixa não afetará o andamento do evento marcado para o dia 23 de julho