Paraense Nayson Costa é campeão da 2ª etapa do Brasileiro de Surf na Taíba

Nayson Costa garantiu a vitória inédita em uma virada eletrizante nos instantes finais da bateria virando o resultado sobre Ian Gouveia, que representa SC, que liderou boa parte da disputa.

Deu Pará na categoria masculina do CBSurf Pro Tour, a 2ª etapa do Circuito Brasileiro de Surf Profissional, encerrada na última sexta-feira (27), na Praia da Taíba, município de São Gonçalo do Amarante, no Ceará.

Nayson Costa garantiu a vitória inédita em uma virada eletrizante nos instantes finais da bateria virando o resultado sobre Ian Gouveia, que representa SC, que liderou boa parte da disputa.

No ranking, o paulista Marcos Corrêa, vencedor da etapa inicial, em Ubatuba, manteve a ponta do circuito e o potiguar Israel Júnior assumiu o segundo lugar.

O terceiro e último dia contou com todos os ingredientes necessários para se construir uma grande história, com o título do paranense.  

Nas oitavas de final o surfista paraense precisou mostrar poder de reação para avançar em uma bateria onde o pernambucano Alan Donato abriu com duas notas boas e liderou boa parte do tempo. Com calma e paciência, Nayson soube escolher bem as ondas que surfou para avançar em segundo, com Wesley Dantas vencendo a bateria.

Nas quartas de final o paraense teve de superar o cearense, atual Campeão Brasileiro Profissional, Artur Silva, que vinha embalado pela vitória na fase anterior, para novamente avançar à fase seguinte na segunda colocação, com o paraibano Elivelton Santos vencendo a bateria anotando o maior somatório de toda competição, 17 pontos de vinte possíveis.

Nas semifinais o funil já estava bem estreito e as baterias mais pareciam duas finais. Na primeira o catarinense Ian Gouveia avançou junto com o paulista Wesley Dantas, despachando Elivelton, que mesmo tendo anotado os maiores somatórios em todos os três dias de competição, não se encontrou na bateria e acabou sendo derrotado junto com o potiguar, natural de Baía Formosa, Israel Júnior.

Na segunda semifinal o surfista paraense voltou a mostrar todo o potencial de seu surfe para vencer a bateria contabilizando um dos maiores somatórios do evento, 15 pontos, somando uma nota 8.0 e um 7.0, para garantir uma das duas vagas restantes para a grande final, trazendo consigo o paraibano Samuel Igo, que conseguiu a vaga nos segundos finais da bateria em uma virada incrível, completando assim o “quarteto fantástico” que iria para a mais importante bateria do dia disputar o cobiçado troféu da 2ª Etapa do CBSurf Pro Tour 2020.

Na Final, como era de se esperar, os favoritos ao título, Ian Gouveia-SC e Wesley Dantas-SP, travaram um duelo particular com direito a disputa de prioridade e tudo mais, com Ian liderando praticamente toda bateria. O paraibano Samuel Igo ainda chegou a ameaçar a liderança do catarinense, enquanto Nayson precisava uma combinação de notas para vencer. Parecia que Nayson havia desistido da disputa e se conformado com o resultado, que já seria o melhor que um paraense já havia conquistado na história do surfe profissional brasileiro.

Foi quando, nos instantes finais da bateria, Nayson superou até mesmo a falta de equipamento (sim, Nayson chegou ao Ceará sem equipamento algum e surfou o evento inteiro com uma prancha emprestada) e se consagrou. Enquanto Ian e Wesley duelavam pela liderança no canto esquerdo do palanque, Nayson remou sozinho, no mesmo local onde ele pegou as suas melhores ondas durante todo o evento, para mandar um aéreo muito bem executado e cravar a maior nota da bateria, 8.0, escrevendo assim seu nome na história do surfe brasileiro como o primeiro paraense a vencer uma etapa do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional.

“Essa vitória vai para o Pará, para todos que sempre acreditaram em mim e continuam acreditando. O foco continua o mesmo... Obrigado Noélio Sobrinho e Adalvo Argolo. Se não fosse por vocês eu não estaria aqui. Obrigado meu Deus e a todos que me ajudaram a chegar até aqui. Esse é o dia mais feliz da minha vida”, declarou o campeão. 

Com o resultado Nayson saltou da 89ª colocação direto para a 5ª posição do ranking, se credenciando como mais um postulante ao título de Campeão Brasileiro de Surfe Profissional 2020 pela Confederação Brasileira de Surfe.

Lembrando que as mulheres definiram suas campeãs no dia anterior (26) com a cearense Ariane Gomes vencendo a etapa, Tainá Hinckel-SC, Yanca Costa-CE e Júlia Duarte-RJ completando o pódio na segunda, terceira e quarta colocações, respectivamente.

Agora, todos os olhares se voltam para a Bahia, estado que receberá a terceira e última etapa do CBSurf Pro Tour 2020, entre os dias 18 e 20 de dezembro, em Salvador, onde serão definidos os campeões brasileiros profissionais nas categorias masculino e feminino. A competição que vai definir os novos campeões brasileiros promete muita emoção.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados