Palmeiras goleia Cerro Porteño com gol de bicicleta de Rony e avança às quartas da Libertadores

O time alviverde venceu por 5 a 0, em casa, nesta quarta-feira (6)

Rony comemora gol pelo Fortaleza
Legenda: O Palmeiras eliminou o Cerro Porteño (PAR) e avançou às quartas da Libertadores
Foto: divulgação / Palmeiras

O Palmeiras garantiu presença nas quartas de final da Libertadores de 2022 pela 5ª vez consecutiva ao vencer novamente o Cerro Porteño. Tranquilo e à vontade depois de fazer 3 a 0 em Assunção há uma semana, o time alviverde atropelou o rival paraguaio por 5 a 0 no Allianz Parque, na nesta quarta-feira (6).

Rony, com dois gols, um deles de bicicleta - algo que estava buscando há um tempo - além de uma assistência, foi o nome da partida. Breno Lopes e Gómez também foram às redes. O outro gol foi marcado contra, por Samudio.

O atual bicampeão da Libertadores ampliou para 16 o número de partidas invicto no torneio, com 13 vitórias e três empates e, além disso, atingiu a marca de nove vitórias seguidas na competição com o triunfo em casa, que estava cheia apesar dos altos preços dos ingressos.

Único brasileiro cinco vezes seguidas nas quartas, o Palmeiras reencontra na fase seguinte o Atlético-MG, que vai querer vingança depois de ser eliminado na semifinal na edição passada. Os jogos serão disputados em agosto.

Ficha técnica | Palmeiras 5x0 Cerro Porteño

  • Competição: oitavas de final da Libertadores
  • Gols: Samudio (contra), aos 36 minutos do primeiro tempo. Rony, aos 27 e aos 37, Breno Lopes, aos 29, e Gómez, aos 32 minutos do segundo tempo.
  • Cartões amarelos: Gabriel Menino, Patiño, Danilo, Rony.
  • Árbitro: Patricio Loustau (Argentina).
  • Renda: R$ 2.986.884,55.
  • Público: 37.431 pagantes.
  • Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP).
  • Palmeiras: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Danilo (Kuscevic), Gabriel Menino (Zé Rafael) e Raphael Veiga (Atuesta); Dudu (Breno Lopes), Wesley e Rafael Navarro (Rony). Técnico: Abel Ferreira.
  • Cerro Porteño: Jean; Espínola, Riveros, Patiño e Rodríguez (Vargas); Galeano (Gavilán), Piris da Motta (Damiãn), Carrascal e Aquino (Nogueira); Samudio e Marcelo Moreno (Oviedo). Técnico: Arce.
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte