Nos minutos finais, Fortaleza perde para o Grêmio fora de casa

Com um a menos durante metade da segunda etapa, o Tricolor de Aço não suportou a pressão final

Legenda: Foi a 5ª derrota do Fortaleza no Brasileirão
Foto: Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Fortaleza perdeu por 1 a 0 contra o Grêmio neste sábado (8), no estádio Centenário, em Caxias do Sul, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Rogério Ceni segurava bem o empate, até os 44 minutos do segundo tempo, quando Pepê marcou para os donos de casa. Com o resultado, o Leão do Pici cai para a 16ª posição, ainda com sete pontos, enquanto o Imortal Tricolor sobe para a 13ª, saindo da zona de rebaixamento, com oito pontos.

> Confira a tabela atualizada do Brasileirão

Em um primeiro tempo morno, as duas equipes pouco criavam, com o Grêmio arriscando mais jogadas individuais pela esquerda através de associações entre Leonardo, Jean Pyerre e Tardelli. Renato Gaúcho montou sua equipe em um 4-2-3-1, com Thaciano e Maicon abastecendo o ataque, onde Vizeu pressionava a saída de bola adversária enquanto saía da área para criar.

Já o Leão do Pici veio em seu tradicional 4-4-2, mas com Romarinho e Kieza comandando o ataque, que mais uma vez sentiu falta de Wellington Paulista. Pelas pontas, Osvaldo e Marlon mais voltavam para marcar do que subiam para atacar. Aos 30 minutos, Roger Carvalho foi substituído por Nathan após sentir lesão na virilha. O Fortaleza suportou bem a pressão gaúcha, saindo bem na intermediária defensiva, porém com dificuldades para entrar na área do Grêmio.

Na primeira etapa, o meia Maicon foi quem mais tocou na bola: 43 vezes. O goleiro Felipe Alves foi o dono da estatística no outro lado, com 22 toques. No total, foram cinco finalizações gaúchas contra duas cearenses. 

Legenda: Leão aguentou bem a pressão até Osvaldo ser expulso, quando o Imortal avançou ainda mais ao campo ofensivo
Foto: Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

No segundo tempo, o Grêmio comandou todas as ações, com o Leão sempre em seu campo defensivo. Aos 25 minutos, Osvaldo pisou em Léo Moura, e após revisão do VAR, o árbitro decidiu expulsar o camisa 11. Com um a menos, foi difícil segurar a pressão dos mandantes. Com Tardelli e Pepê desequilibrando e Jean Pyerre dominando as ações na faixa central, o Imortal achou espaço para o jovem Pepê tocar para o fundo das redes de Felipe Alves, que fez boa partida. O goleiro foi o jogador tricolor que mais tocou na bola durante a partida.

O Imortal tricolor também dominou as estatísticas: 11 finalizações contra cinco do Leão, além de 631 passes, dos quais 89% foram certos, quase o dobro dos do Fortaleza, com 341 e 77% de aproveitamento. Foram 10 escanteios para o time mandante e somente um para o visitante.

Na próxima rodada, o Tricolor de Aço recebe o Cruzeiro na quarta-feira (12), às 21h, na Arena Castelão. Já o Grêmio encara o Botafogo no mesmo dia, às 19h15, no Nilton Santos.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte