Neymar elogia Mbappé, se diz fã de Jordan e fala sobre meta de gols pela seleção

Legenda: Sobre o fim da carreira, Neymar diz que está longe e descarta seguir no futebol como treinador
Foto: Divulgação/PSG

A chegada de Messi ao Paris Saint-Germain devolveu a Neymar a expectativa por uma conquista da Liga dos Campeões da Europa. Dividindo os holofotes da equipe parisiense com o craque argentino, o brasileiro não poupou elogios a outros companheiros e elegeu Mbappé e Verratti como os melhores jogadores que conheceu no Campeonato Francês.

"(Os melhores) São dois: Mbappé e Verratti. O Mbappé é rápido, jovem e um grande craque. Sabia que o Verratti era ótimo jogador, mas não que era tão espetacular e genial. Falo com firmeza que é um dos melhores meio-campistas com quem já joguei", explicou Neymar, que também falou sobre a reedição da parceria com Messi.

"Estou muito feliz de ter o Messi aqui no Paris Saint-Germain porque, além de ser um ídolo do futebol, craque e gênio, é meu amigo. E, quando você tem amigos ao seu lado, seu dia a dia fica mais leve e tranquilo. Esperamos juntos fazer história como fizemos no Barcelona", explicou.
Neymar
Atacante do PSG

Recorde de gols

Neymar revelou que uma de suas principais metas no futebol é a quebra do recorde de gols pela seleção brasileira. Com 70 tentos assinalados até aqui, o craque ocupa a segunda posição do ranking de artilheiros do Brasil e fica atrás somente do Rei Pelé, que tem 77.

"O recorde (que quero bater) é o de gols pela seleção brasileira. Esse é um número que gostaria de alcançar, porque é algo para o meu País. Não conseguiria expressar tudo que eu sinto caso conquistasse esse objetivo", contou Neymar, em entrevista à Red Bull sobre o evento Neymar Jr's Five, um torneio de futebol 5x5 que será disputado no Catar.

Fã de jordan

Fora do futebol, Neymar também tem em que se espelhar. E o brasileiro falou sobre sua idolatria pela estrela do basquete Michael Jordan. "Jordan é um cara em quem eu me espelho. Nós temos histórias um pouco parecidas. Eu me inspiro muito nele, por coisas que ele já passou e disse. Então é um dos ídolos que eu tenho", concluiu.

Por fim, o camisa 10 da seleção brasileira também falou sobre o seu futuro, quando parar de jogar futebol. Recentemente uma frase do craque sobre a possibilidade do Mundial do Catar ser a sua última Copa chocou o mundo do esporte e causou aborrecimento em seu estafe pela divulgação da frase em momento impróprio e descontextualizada. Sobre o fim da carreira, Neymar diz que está longe e descarta seguir no futebol como treinador.

"Não penso em ser técnico. Longe disso. Não sei o que vou fazer. Até agora não decidi, e está meio longe também. Vamos esperar mais para frente (para tomar uma decisão)", finalizou o atacante.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte