Milan volta a procurar atacante cearense Éverton, do Grêmio

Jogador tem 10% dos direitos vinculados ao Fortaleza e multa estimada em 80 milhões de euros

Legenda: Éverton tem contrato com a equipe gaúcha até 2022
Foto: Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O atacante cearense Éverton voltou a ser alvo do Milan, da Itália. O clube rossonero sondou o jogador do Grêmio no início da temporada, mas os valores exigidos na época - 80 milhões de euros - foram considerados altos e impediram a negociação. Segundo divulgou o jornalista Gianluca Di Marzio, o atleta de 23 anos tem as características desejadas pela comissão técnica.

A expectativa dos italianos é que o time gaúcho aceite negociar Éverton por uma quantia menor. O time também está em tratativas com o atacante argentino Ángel Corrêa, do Atlético de Madrid. Especulado pelos ingleses Arsenal e Manchester City, a janela de transferência da Premier League fechou sem que houvesse uma proposta oficial. Em 2019, o Grêmio recusou uma proposta de 45 milhões de euros do Beijing Guoan, da China.

Caso seja vendido em definitivo, o atacante pode render uma quantia ao Fortaleza, clube onde foi revelado. No total, os direitos do atleta estão distribuídos entre: Grêmio (50%), Gilmar Veloz, empresário que representa o atleta (30%), Leão (10%) e o empresário Celso Rigo (10%). Na Itália, o prazo para negociações internacionais acaba na próxima segunda-feira (2).

Com contrato no Grêmio até 2022, Éverton é titular absoluto com o técnico Renato Gaúcho e se destacou na classificação da equipe para a semifinal da Libertadores. Enfrentando o Palmeiras no Pacaembu, o cearense marcou um dos gols da virada gremista por 2 a 1, nesta terça (28). Pela seleção brasileira na temporada, o atacante foi o artilheiro da Copa América, com três tentos, e eleito o melhor jogador da final com o Peru, vencida pelo Brasil.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte