Messi elogia atuação da Argentina contra o Brasil: "Fizeram um grande sacrifício"

O atacante também criticou a arbitragem do equatoriano Roddy Zambrano, que não analisou dois lances a favor da Argentina no VAR

Legenda: Messi revelou que pretende continuar atuando na seleção argentina
Foto: Foto: Nelson Almeida / AFP

Apesar de protagonizar mais uma decepção com a Argentina, Lionel Messi saiu de campo fazendo elogios à atuação da equipe. Para o principal jogador do time, a seleção argentina fez uma boa exibição, mesmo com a derrota por 2 a 0 para o Brasil, na noite desta terça-feira (2). 

>"Muitas pessoas duvidaram bastante da gente", diz Daniel Alves
>Saiba como foi o tempo real da vitória brasileira na Copa América

"Estes jogadores fizeram um grande sacrifício. Eles têm todo o respeito. A seleção conta agora com um elenco para continuar crescendo", afirmou Messi, que se colocou à disposição do técnico Lionel Scaloni para seguir defendendo o time. "Se eu puder ajudar de alguma maneira, vou continuar fazendo. Me senti muito bem com este grupo", declarou.

Assim como o treinador argentino, Messi também criticou a arbitragem do equatoriano Roddy Zambrano. O jogador reclamou de dois pênaltis não marcados, ambos no segundo tempo, e criticou a falta da intervenção do árbitro de vídeo (VAR) nestes dois momentos da partida. 

"Tiveram algumas jogadas claras que não foram checadas pelo VAR" disse o atacante do Barcelona, ao lembrar de lances menos decisivos que passaram pelo crivo do vídeo em outros jogos da Copa América. 

A seleção argentina ampliou o jejum de títulos, que já dura 26 anos. Nem mesmo o eleito cinco vezes como melhor do mundo Lionel Messi vem conseguindo acabar com esta sina. Com o astro, a Argentina perdeu as finais da Copa do Mundo de 2014 para a Alemanha e das Copas Américas de 2015 e 2016, ambas diante do Chile, nas penalidades. A única conquista que ele tem com a seleção é a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.