Medalhista do Pan fura quarentena para surfar, é preso e pede desculpa

O peruano Tamil Martino foi prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima do ano passado, na categoria stand up paddle

Legenda: "Não interpretei bem as últimas regras dadas sobre as recentes medidas de convívio social e os esportes que podem ser praticados", admitiu Tamil
Foto: Foto: Twitter/Polícia Nacional do Peru

O medalhista de prata do stand up paddle no Pan-Americano de 2019, Tamil Martino, descumpriu as medidas de isolamento social do Peru e foi surfar em San Bartolo, cerca de 100km de Lima. Ao ser abordado por policiais, recusou-se a se identificar a acabou sendo levado para prestar esclarecimentos em uma delegacia.

Vice-campeão em sua modalidade no Pan, em Lima, foi multado e liberado horas depois e usou suas redes sociais para se desculpar.

"Quando andava de volta pra casa, vi alguns surfistas entrando no mar, por isso pensei que podia entrar alguns minutos e treinar um pouco, pois a polícia não estava impedindo essas pessoas. Honestamente, não interpretei bem as últimas regras dadas sobre as recentes medidas de convívio social e os esportes que podem ser praticados", alegou o surfista.

"Insisto em oferecer publicamente as minhas sinceras desculpas ao presidente Martín Vizcarra, que considero estar fazendo seu trabalho da melhor maneira diante desta pandemia. Também peço desculpas por me ter comportado como fiz, foi uma situação que eu não soube lidar", acrescentou o atleta.


Categorias Relacionadas