Marcelo Boeck diz que será "especial" reencontrar a Chape, mas avisa: "A gente só pensa na vitória"

Goleiro tricolor atuou na equipe catarinense em 2016 por empréstimo do Sporting de Portugal

Legenda: Marcelo Boeck fará seu quinto jogo como titular do Fortaleza na Série A.
Foto: Foto: JL Rosa / SVM

Ex-goleiro da Chapecoense e defendendo o Fortaleza desde 2017, Marcelo Boeck comentou, na tarde desta terça-feira (8), sobre o sentimento de enfrentar seu antigo clube. O atleta leonino também falou da necessidade de vencer dentro de casa e disse que a união do grupo, com o apoio de seu torcedor, torna o Tricolor do Pici mais forte na disputa da Série A do Brasileirão.

"Vai ser especial. Algo que ficou marcado na minha vida, na minha profissão. Total respeito e admiração eterna ao clube, mas também sabendo que hoje nós estamos em uma equipe que tem seus objetivos, seus sonhos e tem um projeto que está sendo feito. Até então, tem sido um projeto de sucesso e espero que continue assim. Por mais que tenha aquele gostinho de poder novamente enfrentar e estar no mesmo campo que a Chapecoense, quando começa o jogo a gente só pensa na vitória", afirmou o arqueiro leonino.

Com a equipe vindo de uma vitória sobre o Botafogo, no Castelão, e uma derrota para o São Paulo, no Morumbi, o goleiro tricolor diz vencer será essencial para a retomada de confiança do grupo.

"A gente sabe da importância da vitória, principalmente nesse segundo turno, que a gente precisa ter dentro da nossa casa. Nós escolhemos alcançar nossos objetivos e estamos focados e trabalhando para isso. Na nossa casa, se torna ainda mais importante. No último jogo em casa demos a demonstração que precisamos desse apoio, dessa entrega e a gente espera que amanhã, contra a Chapecoense, possamos voltar a fazer o resultado positivo que é de suma importância não só para a nossa campanha, mas para o nosso grupo também ter confiança de retomada de um caminho", comentou Boeck.

Com apenas cinco jogos pelo Fortaleza na elite do futebol brasileiro, o goleiro lamentou a lesão de Felipe Alves, que vinha sendo utilizado como titular da equipe, e disse que, mesmo quando não estava jogando, jamais deixou de trabalhar firme para quando ganhasse uma nova oportunidade.

"A gente sabe que futebol é momento, uma hora estamos lá em cima e na outra hora não estamos mais. Fico triste com essa lesão do Felipe Alves, mas futebol é oportunidade e, nesses momentos, temos que estar preparados. Em nenhum momento eu deixei de treinar", disse. E emendou, falando sobre a importância de ajudar o clube, independente de quem estiver jogando. "Independente de quem entra em campo, o mais importante é ajudar o Fortaleza a sair com os resultados. Esse é o nosso foco. Principalmente nessa parte final do campeonato a gente não tem que pensar individualmente, mas sim no coletivo. Quando a gente se une dentro de campo, com a torcida do lado de fora, tenho certeza que somos mais forte e conseguimos alcançar os nossos objetivos".

Acreditando que o Brasileirão é a disputa mais difícil do mundo do futebol, o camisa 1 do Leão afirma que, dentro de campo, não existe favoritismo de uma equipe ou outra. Boeck também afirma que nesta quarta (9) o Fortaleza jogará como se fosse a partida de sua vida.

"A gente sabe que dentro do Campeonato Brasileiro a posição (na tabela) não diz muita coisa, por mais que possa ser acrescentado um favoritismo de uma equipe A ou B. Quando entra no campo, quando começa o jogo, isso não tem nada a ver até porque a Chapecoense vai jogar com a vida, assim como nós também vamos jogar com a nossa vida. Não é por acaso que os clubes estão na Série A do Brasileiro. A gente sabe que é o campeonato, talvez, o mais difícil do clube. Nós sabemos que qualquer descuido ou falta de atenção se torna em gol do adversário e não é isso que queremos . A gente que voltar a não sofrer gol em casa, a vencer em casa e, para isso, desde o primeiro até o último minuto a gente vai ter que estar focados e poder demonstrar aquela entrega que mostramos contra o Botafogo", finalizou.

Nesta quarta-feira (9), o Fortaleza recebe, às 20h30, a Chapecoense. O confronto será na Arena Castelão, pela 24ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte