Jorge Macedo avalia elenco do Ceará e projeta Sul-Americana: “temos condições de classificar”

Executivo de futebol ressaltou que os atletas terão oportunidade na temporada de 2021

Legenda: Jorge Macedo é o executivo de futebol do Ceará
Foto: Felipe Santos / Ceará

O Ceará Sporting Club sonhou com a Copa Sul-Americana no início de 2020, quando promoveu uma reformulação no elenco e na diretoria. A meta foi alcançada pela gestão, e um dos protagonistas no planejamento foi o executivo de futebol Jorge Macedo. No Grupo C da competição, o dirigente acredita na classificação alvinegra ao mata-mata.

“Temos condições de classificar. Temos um elenco qualificado, (Ceará) pode avançar de fase. Não é fácil, ainda tem a atitude do Bolívar, estive lá com o Inter e perdemos para o The Strongest, então vamos buscar diminuir a questão da altitude e, a cada jogo, vamos buscar a classificação”, afirmou.

Vina é a principal peça ofensiva do Ceará
Legenda: O Ceará aposta no desempenho de Vina para a sequência da temporada
Foto: Camila Lima / SVM

A chave alvinegra é formada pelo Arsenal de Sarandí, da Argentina, e os bolivianos Bolívar e Jorge Wilstermann - apenas o líder do chaveamento avança. Macedo ressaltou que o desafio é se adaptar ao ambiente da competição, seja no aspecto climático ou de arbitragem.

“São clubes acostumados a disputar essas competições. O Bolívar disputa títulos na Bolívia, o Jorge Wilstermann não vem bem, mas tem tradição, e o Arsenal já teve título (da Sul-Americana), é um time argentino de catimba. Então é uma competição diferente, esses times vendem caro as derrotas, times muito brigadores, de luta e força, e temos que nos ambientar”, afirmou.

Nível do elenco

Yony González fechou com o Ceará por uma temporada em empréstimo junto ao Benfica
Legenda: Yony González tem experiência na Sul-Americana e fechou com o Ceará por uma temporada
Foto: divulgação / Ceará

Para a temporada de 2021, o Vovô anunciou 13 reforços. Da lista, apenas o goleiro Vinícius e o lateral esquerdo Alessandro não estrearam. Com classificação garantida nas quartas da Copa do Nordeste, Macedo ressaltou que o clube precisa de mais tempo para analisar o nível do plantel.

"É cedo falar em acertos (nas contratações), mas os jogadores agregaram no elenco. Nós conseguimos a manutenção, segurar jogadores que tiveram bastante assédio no ano passado, e isso agregou para termos um grupo mais qualificado, mas tem muito para jogar e temos que ir avaliando ao longo do campeonato. Todo mundo vai ter chance para brigar pela titularidade”, explicou.

O regulamento da Copa Sul-Americana permite a inscrição de 50 atletas na fase de grupos. O Ceará irá relacionar o elenco principal e atletas da base. A tendência é utilizar os nomes de menor minutagem no Campeonato Cearense para adquirir mais ritmo de jogo.

Confira coletiva de Jorge Macedo

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte