Jorge Jesus agradece apoio da torcida em Fortaleza e ressalta: "Flamengo é uma nação"

"Não entendi o que quis dizer a torcida do Fortaleza, o mosaico", falou o técnico rubro-negro na coletiva pós-jogo

Legenda: Jesus comemorou bastante no virada de Reinier
Foto: Foto: Thiago Gadelha

O Flamengo jogava fora de casa contra o Fortaleza, nesta quarta-feira (16), mas viu a torcida rubro-negra lotar a Arena Castelão no setor visitante e fazer a festa com a vitória por 2 a 1. O técnico português Jorge Jesus agradeceu ao apoio das arquibancadas e ainda revelou não ter entendido o mosaico tricolor, afirmando que a paixão pelo time carioca é fruto de uma história campeã.

"No jogo não entendi o que quis dizer a torcida do Fortaleza, o mosaico... O Brasil é um país grande desportivamente, cada um torce para quem quiser. O Flamengo é uma nação porque está em todos os estados, na maioria há mais Flamengo que outros times. Isso foi a história do Flamengo, grandes jogadores, como Zico, e por isso tem tantos adeptos", ressaltou.

Em campo, o Flamengo precisou superar a baixa de cinco jogadores titulares, mas contou com os retornos de Gabriel e Rodrigo Caio, que estavam defendendo a seleção brasileira. Jesus admitiu que o time carioca precisou de sorte para reverter o placar.

"Tivemos um pouco de sorte. Você acha, que o nosso segundo gol foi por acaso? Não foi. Foi o trabalho da equipe. É verdade que não tivemos a velocidade que estávamos acostumados. A grama deste campo era muito alta, a intensidade do jogo caiu porque a bola não tinha velocidade. O jogo poderia ser mais difícil quando levamos o gol, mas o adversário pensou que poderia defender 1 a 0. Em Portugal, eu diria que a vitória foi arrancada a ferro", explicou.

O Rubro-negro segue líder da Série A do Brasileiro, com 61 pontos. O próximo jogo, último antes de enfrentar o Grêmio na semifinal da Libertadores, a equipe enfrenta o Fluminense, domingo (20), às 18 horas, no Maracanã.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?