Jardineiro do Fortaleza é responsável por deixar o gramado dos CTs no "padrão Ceni"

Ednaldo Almeida conta como chegada de técnico revolucionou a mentalidade e a dedicação para maiores investimentos estruturais no clube

Legenda: Ednaldo Pessoa tem bom relacionamento com o técnico Rogério Ceni
Foto: Camila Lima

Os bons resultados do Fortaleza nos últimos anos vêm acompanhados de crescimento em diversas áreas. Um dos principais e que mais chama atenção é o estrutural. Com maior capacidade de investimento para ter recursos mais modernos, o Leão tem priorizado os cuidados com o gramado, e tem um personagem pouco conhecido do torcedor que é peça fundamental para isso: o jardineiro Ednaldo Almeida.

São quase duas décadas no primeiro e único local de trabalho deste cearense de Iguatu. Há 19 anos, ele é o responsável pela atividade que requer cuidados bem especiais. Principalmente, pelos investimentos que têm sido feitos.

O local se modificou bastante nos últimos anos e o Pici passa pela transformação para se tornar um Centro de Excelência. O Fortaleza gastou quase R$ 900 mil na reforma do campo do CT do Pici, adquiriu novos equipamentos e quer todos os campos do CT Ribamar Bezerra com o mesmo padrão. Torcedor apaixonado do clube desde criança, Ednaldo é o "guardião dos gramados" e cuida diariamente do patrimônio, como se fosse um filho.

Padrão Ceni

O gramado é o local onde o futebol ganha vida, que já é especial por si só, e este é um aspecto ainda mais relevante quando o treinador se chama Rogério Ceni.

O técnico leonino sempre deixa claro que o grau de exigência em relação ao campo deve ser muito alto. A cobrança é elevada, mas isso não é algo que incomoda Ednaldo. Pelo contrário.

"Passamos por muitos momentos bons, mais ou menos, mas os últimos anos pra cá têm melhorado bastante, principalmente com a chegada do Rogério. Ele cobra bastante, mas essa cobrança é muito boa, porque é para termos sempre o melhor trabalho", revela.

O contato com o "Mito" é diário. A relação é de proximidade, algo que poucos funcionários possuem.

"A relação é muito boa. Sempre que ele chega pra treinar, eu pergunto se ele vai usar o campo todo, ou meio campo. Qual área que ele quer que eu molhe, e eu acho bom a atenção dele porque me ajuda a melhorar. Algo que eu posso não perceber que está tão bom, ele fala para melhorar. Ele é muito atencioso e tem um papel muito importante em tudo", revela.

Dedicação premiada

Tamanha dedicação e qualidade no trabalho foram recompensadas recentemente. Nos títulos da Série B do Brasileiro, em 2018, da Copa do Nordeste e do Campeonato Cearense, em 2019, ele foi incluído no quadro de medalhas e premiado junto de jogadores e comissão técnica.

"Um fato marcante na minha vida foi que as conquistas do Rogério aqui no Fortaleza, todas as medalhas, ele deu pra mim. Isso tá marcado na minha vida. Uma das coisas mais marcantes foi me incluir no quadro de medalhas para que eu recebesse também", relembra Ednaldo.

O reconhecimento é justo e merecido. Afinal de contas, o desempenho do time é melhorado pela qualidade do palco das atividades diárias. "Você treinar num gramado que tem a qualidade semelhante a que você vai jogar, faz toda a diferença", confirma o presidente Marcelo Paz.

O certo é que, no que depender do zelo e da dedicação de Ednaldo, o desempenho do time em campo estará sempre em alto nível.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte