Inter quer cortar 30% de despesas e pode enxugar até R$ 113 mi no orçamento

A planta orçamentária do Internacional para 2020 já previa déficit

Legenda: Marcelo Medeiros, presidente do Internacional, comentou as reduções orçamentárias do time
Foto: Foto: Divulgação/ Internacional

O Internacional baixou uma diretriz para lidar com a pandemia do novo coronavírus, seu impacto financeiro e a muito provável recessão no restante de 2020. Todas as áreas do clube foram orientadas a elaborar contas e reduzir as despesas em 30%. O percentual equivale a R$ 113 milhões no orçamento geral do clube gaúcho.

O orçamento colorado para este ano previa R$ 379 milhões em despesas, somando custos operacionais, despesas comerciais, despesas gerais, administrativas e financeiras. O valor consta na previsão orçamentária do Internacional, divulgada no site oficial do clube. E serve como base para o valor final do corte desejado pela diretoria.

Nós baixamos uma normativa para que todos os departamentos do clube reduzam as suas despesas em 30%. Mas todas as obrigações de março foram pagas integralmente. A partir desta quarta [1º], entra todo mundo de férias, e os valores das férias serão pagos mais à frente", disse Marcelo Medeiros, presidente do Internacional, à Rádio Gaúcha.

A planta orçamentária do Internacional para 2020 já previa déficit. As contas estimadas fechariam em R$ 13,6 milhões no vermelho. Agora, o valor deve dar um salto. Os cortes são para evitar um rombo maior.

"A área financeira trabalha com três cenários, estimando paralisações de 30, 60 e 90 dias, e já prevê qual será o impacto disso na vida do clube", frisou Medeiros.
A diretoria ainda não apresentou um plano de repactuação dos vencimentos aos jogadores. A ideia é entregar proposta ao elenco na volta das férias, no final de abril, com argumento de maior detalhamento financeiro do clube.


Categorias Relacionadas