Inglaterra vira sobre a Holanda nos acréscimos e encara Espanha na final da Eurocopa

Os ingleses venceram por 2 a 1

Legenda: A Inglaterra busca seu primeiro título europeu
Foto: ADRIAN DENNIS / AFP

Um gol marcado nos acréscimos do segundo tempo colocou a Inglaterra em mais uma final de Eurocopa. Os ingleses derrotaram a Holanda por 2 a 1 de virada nesta quarta-feira (10), em um dos melhores jogos da competição, e garantiram vaga na decisão. O herói inglês improvável foi o atacante Watkins, que saiu do banco para substituir o astro Harry Kane, ir às redes nos instantes finais da partida disputada em Dortmund e definir o triunfo.

A Inglaterra busca seu primeiro título europeu depois de ser vice na última edição, em 2020, quando perdeu da Itália. Na final, em que buscará exorcizar o fantasma, enfrentará a Espanha, que passou pela França na semifinal. A decisão está marcada para o próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Berlim, na capital alemã.

Harry Kane
Legenda: Harry Kane
Foto: ADRIAN DENNIS / AFP

Campeã da Copa do Mundo em 1966, a Inglaterra tem a oportunidade de dar fim a uma longa espera que dura mais de meio século. Se vencer os espanhóis e erguer o troféu da Eurocopa, o time comandado por Gareth Southgate vai encerrar o maior jejum de títulos entre as oito seleções campeãs mundiais.

Foi um ótimo e movimentado primeiro tempo entre holandeses e holandeses em Dortmund, com chances de gols dos dois lados. A Holanda abriu o placar com Simons, em belo gol. O meio-campista roubou a bola no campo de ataque e acertou o ângulo de Pickford, aos oito minutos.

Simons
Legenda: A Holanda abriu o placar com Simons
Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV / AFP

A Inglaterra não esmoreceu e levou pouco tempo para empatar, com Harry Kane. O capitão e artilheiro da Inglaterra converteu o pênalti que ele mesmo sofreu, ao ser solado por Dumfries na área para empatar. Depois de empatar, a Inglaterra foi superior e não passou à frente no placar por detalhes. Foden acertou a trave e viu Dumfries tirar em cima da linha em outra oportunidade.

O segundo tempo foi tão intenso e movimentado quanto o primeiro, com chance para os dois lados. Os ingleses chegaram a balançar as redes aos 33 minutos, com Saka, mas o gol acabou anulado porque Walker estava impedido no lance.

Watkins
Legenda: O herói inglês improvável foi o atacante Watkins
Foto: KENZO TRIBOUILLARD / AFP

O cenário indicava que a segunda semifinal seria decidida na prorrogação ou nos pênaltis. Mas aí surgiu Watkins. O atacante do Aston Villa foi chamado por Gareth Southgate para entrar na vaga do extenuado Harry Kane e se tornar o herói improvável da classificação dos ingleses. Ele recebeu de Palmer, invadiu a grande área pela direita e bateu cruzado, forte e rasteiro, no cantinho de Verbruggen para consumar a virada e garantir a Inglaterra na sua segunda decisão consecutiva de Eurocopa.