Iguatu é denunciado por Procuradoria, será julgado e pode perder 12 pontos

Berg teria descumprido suspensão por dois jogos, determinada pela Federação Cearense de Futebol

A Justiça aceitou a denúncia da Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Ceará (TJDF-CE) contra o Iguatu, por conta da escalação irregular do atleta Berg. O caso irá a julgamento. A reportagem teve acesso ao documento, assinado pela Procuradora da 2ª Comissão Disciplinar do TJDF-CE, nesta quarta-feira (3).
 
Na última sexta-feira (28), o Ferroviário entrou com uma notícia de infração no Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (TJDF-CE) contra o Iguatu, alegando escalação irregular do jogador Lindberg. Berg, como é chamado, foi expulso quando atuava pelo União, pela segunda divisão do Campeonato Cearense e pegou uma suspensão de três jogos. O atleta não teria cumprido determinações.
 
Lindberg foi expulso no duelo entre Centro Esportivo União e Barbalha pela Série B do Estadual. O atleta foi julgado pela 1ª Comissão Disciplinar do TJDF/CE, com processo tombado sob o nº 1363/2018, em sessão realizada no último dia 23 de junho. Além das partidas em que deveria ter ficado fora, o atleta foi multado em R$ 3 mil. 
 
O lateral-direito do Azulão atuou em todas as cinco rodadas da equipe pela Taça Fares Lopes e deveria cumprir a punição na primeira competição organizada pela Federação Cearense de Futebol a se iniciar após o julgamento. Justamente o que não ocorreu.
 
Segundo Frederico Bandeira, representante do TJDF-CE, caso o clube seja condenado pela suposta irregularidade, o time terá 12 pontos subtraídos no campeonato. "O Ferroviário fez uma notificação, contra o Iguatu, por conta de um jogador escalado possivelmente de forma irregular. Lindberg teria descumprido a suspensão imposta pela comissão disciplinar. O jogador teria de cumprir a suspensão em qualquer competição organizada pela Federação Cearense de Futebol, como é o caso da Taça Fares Lopes. Caso seja confirmada a infração, o regulamento prevê a perda do dobro de pontos correspondentes as partidas jogadas de forma irregular (considerando vitórias, ou seja três pontos por partida). Dessa forma, o time perderá 12 pontos na competição, por conta dos dois jogos", explica.
 
O julgamento do caso ainda não tem data definida. Pela Taça Fares Lopes, o Iguatu é o 3º colocado, com dez pontos. A equipe enfrenta o Pacajus, às 16 horas, neste sábado (6), no Estádio Morenão.
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados