Grêmio recusa proposta do Milan por cearense Éverton; janela fecha em dois dias

Negociação era próxima de 30 milhões de euros (cerca de R$ 136 milhões)

Legenda: Natural de Maracanaú, Éverton foi revelado nas categorias de base do Fortaleza
Foto: Foto: Nelson Almeida/AFP

O Grêmio recusou mais uma oferta pelo atacante cearense Éverton. Desta vez, a proposta veio do Milan, da Itália, e era próxima de 30 milhões de euros (cerca de R$ 136 milhões), sendo considerada baixa para a diretoria gaúcha.

O interesse do clube rossonero ocorreu após as atuações do jogador de 23 anos na Libertadores, quando fez um dos gols que classificou o Grêmio diante do Palmeiras, pelas quartas de final. O time busca um atleta que tem características de velocidade e consiga atuar nos extremos do campo, como Éverton. Além do brasileiro, o Milan também estuda a contratação do argentino Ángel Corrêa, do Atlético de Madrid.

A expectativa do Grêmio é acertar uma negociação de, no mínimo, 40 milhões de euros. O valor é metade da multa rescisória do atacante, que tem contrato com o clube até 2022. As exigências também fizeram a equipe de Renato Gaúcho cancelar a venda do atacante para o chinês Beijing Guoan, que tentou pagamento de 5 milhões de euros por empréstimo e uma opção de compra de 39 milhões de euros ao final do período. 

Caso seja vendido em definitivo, o atacante pode render uma quantia ao Fortaleza, clube onde foi revelado. No total, os direitos do atleta estão distribuídos entre: Grêmio (50%), Gilmar Veloz, empresário que representa o atleta (30%), Leão (10%) e o empresário Celso Rigo (10%). Após o empate entre o time gaúcho e o São Paulo em 0 a 0, neste sábado (31), o cearense sinalizou que deseja permanecer atuando no Brasil para tentar o título da Libertadores.

"Espero que sim (permanecer no Grêmio). Tenho desejo de conquistar títulos aqui ainda, estamos bem perto aí, então espero que possa realizar esse sonho mais ainda", afirmou ao lembrar que o time encara o Flamengo na semifinal do torneio continental.

Outro grande dilema na negociação é o fechamento da janela internacional, o que limita as possibilidades de saída do atacante. Especulado pelo Arsenal-ING, o time londrino até chegou a iniciar as trativas para a contratação de Éverton, mas não evoluiu antes que o prazo de inscrições na Premier League fosse encerrado. Na Itália, o período acaba na próxima segunda-feira (2).

Confira o fechamento da janela internacional:

  • 31 de agosto: Arábia Saudita
  • 2 de setembro: Alemanha, Espanha, França e Itália
  • 5 de setembro: México
  • 22 de setembro: Portugal
  • 30 de setembro: Emirados Árabes Unidos
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte