Governo antecipa liberação, e Estadual volta dia 13

Retomada dos jogos de futebol é comemorada por FCF e clubes, que se reunirão hoje para definir tabela dos jogos. Partidas já devem ocorrer a partir de segunda-feira (13)

Legenda: A Arena Castelão receberá a maioria dos jogos no retorno do Campeonato Cearense
Foto: KID JUNIOR

Depois de praticamente quatro meses de paralisação do futebol devido à pandemia do novo coronavírus, finalmente a bola tem data para rolar no Campeonato Cearense.

O governador Camilo Santana liberou, a partir de segunda-feira (13), os jogos de futebol em Fortaleza e na Região Metropolitana, ainda na fase 3 do Plano de Retomada da Economia, antecipando um retorno previsto apenas para a 4ª fase, a partir do dia 20.

Assim, a Federação Cearense de Futebol (FCF) e os clubes participantes do Campeonato Cearense não perderam tempo e já se articularam para um retorno imediato da competição, já na próxima segunda-feira.

A pressa tem motivos: o aperto no calendário brasileiro, com datas reduzidas para os campeonatos estaduais e competições, como Brasileirão e Copa do Nordeste, com datas já marcadas. E como o Cearense precisa de cinco datas - duas rodadas da 2ª fase, dois jogos das semifinais e dois jogos da final - os clubes comemoraram o "ganho" de uma semana, podendo realizar assim, pelo menos três datas de jogos, deixando apenas a decisão do Estadual em duas partidas para datas livres ao longo do Brasileirão.

A Arena Castelão e os estádios Elzir Cabral, Carlos de Alencar Pinto e Raimundão, em Caucaia, receberão os jogos do Campeonato Cearense. O Gigante da Boa Vista receberá a maior parte das partidas restantes, que são 11.

A Federação Cearense de Futebol divulgará, hoje pela manhã, a tabela, com jogos na segunda-feira, quarta-feira, sábado e domingo, como adiantou o presidente da entidade, Mauro Carmélio. "Na segunda, já teremos rodada. Faremos a reunião do Conselho Técnico, às 9 horas, na qual apresentaremos aos clubes todas as normas e diretrizes que foram decisivas para a liberação do futebol".

Em seguida, Carmélio comemorou a liberação, afirmando que o futebol provou estar preparado para o retorno.

"Foi uma vitória de todos. Apresentamos e mostramos os protocolos de segurança, de saúde, de treinos, de estádio, higienização e testes. Apresentamos ao Governo que tínhamos condições de ter já o início dos jogos do nosso campeonato", pontuou.

Clubes

Os presidentes dos três maiores clubes do Estado, Ceará e Fortaleza e Ferroviário, comemoraram a autorização da volta do futebol.

"Agradecer ao governador Camilo Santana, ao prefeito Roberto Cláudio, que se sensibilizaram com a necessidade da volta do futebol, que será importante para a economia e para a autoestima do povo cearense. Esperamos jogar já na segunda-feira", disse o presidente do Ceará, Robinson de Castro.

O mandatário do Fortaleza, Marcelo Paz, chamou de vitória do futebol a antecipação da liberação. "Prevaleceu o bom senso. Estava claro para todos que o futebol foi uma atividade que soube se organizar nesse cenário de pandemia. Os clubes investiram em pessoal, equipamentos, EPIs e testes. Agora, é possível salvar o Campeonato Cearense. Vai ficar apertado em nível de calendário, mas entendemos que foi necessário esta espera, e agora é se adaptar e voltar a jogar", disse Paz.

Já Newton Filho, presidente do Ferroviário, acredita que foi o momento certo do retorno. "Achei oportuna a liberação do futebol, pois o Campeonato Brasileiro começa no dia 8 de agosto e precisamos concluir o Campeonato Cearense. Então, tínhamos que encontrar a solução para o calendário", analisou ele.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte