Fortaleza vence o CRB de virada no Castelão e sai na frente pelas oitavas da Copa do Brasil

Leão sai atrás no 1º tempo, mas vira com dois gols de pênalti de Wellington Paulista, e joga pelo empate no jogo de volta em Alagoas

Legenda: O Fortaleza venceu CRB com dois gols de Wellington Paulista
Foto: THIAGO GADELHA

O Fortaleza saiu na frente por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O Tricolor de Aço venceu o CRB por 2 a 1 no Castelão, de virada, estando por um empate no jogo de volta, na próxima quarta-feira, às 16h30 no estádio Rei Pelé para avançar. 

O Leão saiu atrás no placar ainda no 1º tempo, com gol de Nícolas Careca, mas virou com dois gols de Wellington Paulista, ambos de pênalti.

O jogo

Vindo de quatro vitórias seguidas na Série A do Campeonato Brasileiro e ocupando uma excelente 3ª colocação na tabela, o Fortaleza entrou em campo como favorito ao confronto e decidido a abrir vantagem jogando em casa. Mas o CRB surpreendeu, se defendndo bem, fechando os espaços no Leão e dificultando a criação de jogadas. 

Ainda que o Fortaleza tivesse a posse de bola e pressionasse,as chances de gol não apareceram com frequência como nos jogos da Série A. A rigor, a única chance criada foi aos 15 minutos, com Pikachu cruzando para David finalizar, mas Reginaldo salvando quase em cima da linha.

Antes disso, aos 11 minutos, o Fortaleza pediu pênalti de Reginaldo em David, mas o árbitro manteve a decisão de campo mesmo indo ao VAR, considerando que o atacante leonino se jogou.

Outro lance polêmico que precisou da ação do VAR no 1º tempo foi o gol do CRB, aos 40 minutos. Nicolas Careca recebeu passe, foi mais rápido que a marcação e marcou. O impedimento foi assinalado no lance, mas o gol foi conformado pelo VAR.

2º tempo

Se o time leonino criou pouco na etapa inicial, no 2º tempo foi diferente. Com um time mais solto e ofensivo, criando grandes chances com Romarinho e Lucas Crispim, mas parando no goleiro Diogo SIlva, que fez defesas difíceis.

Mas a medida que atacava, e se lançada para buscar o empate, o Fortaleza cedeu espaços e o CRB teve chances de ampliar no contra-ataque. Na melhor chance, Diego Torres perdeu a chance com gol aberto após jogada de Careca.

Foi quando Wellngton Paulista entrou no jogo e foi decisivo. Aos 24 minutos, Gum fez pênalti no centroavante do Leão, que não desperdiçou.

Pouco tempo depois, Pikachu arriscou de longe e a bola bateu na mão de Wesley, e o um novo pênalti foi marcado, aos 29, após auxílio do VAR. E na cobrança, Wellington foi mais uma vez preciso e virou o jogo: 2 a 1.

Com a virada, o Fortaleza continuou atacando, pressionando, sem conseguir ampliar e precisou se defender nos minutos finais e esperar até os 50 minutos para garantir uma importante vitória.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte